As águas turvas do Rio da Prata... (Fronteira Fluvial)

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

As águas turvas do Rio da Prata... (Fronteira Fluvial)

Mensagem  Portugal em Qui Abr 07, 2011 2:12 pm

Desde meados do século XVII, com o seu pico no século XIX, o Rio da Prata sempre foi ponto de disputa entre Portugueses e Espanhóis. Mais tarde Burgulavos e Brasileiros tentavam disputar-lo, o que gerou guerras... Actualmente com a restauração do Império do Brasil, e novamente zona de tensão, mas desta vez os interesses territoriais aliam-se a questões de geo-politica...

Os portugueses e espanhóis ocupam todas as fortalezas na costa do rio da Prata, mas desta vez no século XXI em cooperação, não fossem ambos os povos regidos pelo mesmo monarca. Ainda há as missões e reduções jesuíticas a norte, que estão também ocupadas como bases militares, mas de retaguarda.

Uma falha houve nessas negociações, a ausência de um porto de mar para a Real Armada. Ponto que será discutido mais tarde com o Imperador Brazileiro...

De momento, como forma a marcar posições, enquanto ainda as fortalezas levam obras de ampliação e novas fortificações modernas são construídas em seu redor, deixando apenas a velha fortaleza como monumento (também a ser restaurado e beneficiado) e quartel general, o Grande Almirante Cervera Valderrama ordena a a dois super-couraçados, já em fim de vida, que sejam fundeados na foz do Rio da Prata para não mais navegarem.

Esses couraçados, através da cooperação de equipas técnicas brazileiras, estão a ser beneficiados também com aumento da defesa anti-aéria, defesa anti-submarina, e com melhoramentos no casco.

Passarão a ser doravante, duas meras fortalezas flutuantes, prontas a bombardear ou a costa sul, ou navios que tentem passar o Rio da Prata, caso seja decretado bloqueio...





O NSMF Imaculada Conceição. Construído em 1944, nas docas alemãs, foi capturado como presa de guerra pelos portugueses em 1945, com a derrota de Ulrich. De impressionante estrutura o que lhe facultou ter servido mais de meio século ao serviço da Real Armada. Foi alvo de imensas remodelações, e constantes actualizações. Foi "descomissionado" por ser impossível adapar como motor um reactor nuclear, sendo que para a Secretaria de Estado do Ultramar e Armada, os custos de deslocação dele são considerados "um abuso".


O NSMF Rainha D. Amélia, capturado ainda em construção em 1945. Constituía a última linha de couraçados de engenharia alemã na altura, para frota de Ulrich. De estrutura bastante flexível, também foi alvo de várias actualizações ao longo de 50 anos... "Descomissionado" pelas mesmas razões.


Última edição por Portugal em Sab Abr 16, 2011 6:36 pm, editado 1 vez(es)

_________________
avatar
Portugal

Número de Mensagens : 3627
Capital : Lisboa/Madrid
Regime Politico : Monarquia Constitucional
Chefe de Estado : Sua Alteza Real D. Afonso VIII de Portugal, XIV das Espanhas
Data de inscrição : 18/01/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As águas turvas do Rio da Prata... (Fronteira Fluvial)

Mensagem  Brasil em Qui Abr 07, 2011 3:55 pm

O Governo do Território Militar da Cisplatina, o herói de guerra Coronel de Inteligência El-Youssef tratou de ordenar a restauração da Base Naval de Montevideu, a 4ª Maior do Império, atrás apenas das bases da Ilha de Florianópolis/Ns. do Desterro, Rio de Janeiro e da Colônia do Sacramento. Assim, as Bases Navais de Montivideu e da Colônia do Sacramento passarão a suportar juntas até seis esquadras navais.
avatar
Brasil

Número de Mensagens : 961
Idade : 23
Capital : Brasília (Brasil) e São Paulo (SP)
Regime Politico : Monarquia Constitucional Parlamentar / República Presidencialista Aristocrática (São Paulo)
Chefe de Estado : SMI&R. Imperador Maximilien I do Brasil e de São Paulo
Data de inscrição : 29/09/2010

Ver perfil do usuário http://www.nationstates.net/nation=SPaulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As águas turvas do Rio da Prata... (Fronteira Fluvial)

Mensagem  Portugal em Sex Abr 08, 2011 10:33 pm

OOC:

Nota: NSMF = Navio de Sua Majestade Fidelíssima.

Majestade Fidelíssima, é como se deve tratar o monarca português, tal título remonta a 1822 com a Constituição. Sendo portanto um modo de tratar o rei do tempo do Liberalismo. Ficou na memória, e caiu em uso vulgar, sendo que desde então todos os monarcas passaram a ser tratados por "Majestade Fidelíssima". "Fidelíssima" por ser fiel á "Constituição", actualmente por ser fiel a tradição, Lei Fundamental do Reino e povo.

_________________
avatar
Portugal

Número de Mensagens : 3627
Capital : Lisboa/Madrid
Regime Politico : Monarquia Constitucional
Chefe de Estado : Sua Alteza Real D. Afonso VIII de Portugal, XIV das Espanhas
Data de inscrição : 18/01/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As águas turvas do Rio da Prata... (Fronteira Fluvial)

Mensagem  Portugal em Sab Abr 09, 2011 4:32 pm

As Reduções Jesuíticas, apesar de os edificios, nomeadamente as igrejas ainda estarem em restauro, já estão todas ocupadas por forças portuguesas, e espanholas.

Como bases de retaguarda, os soldados estão mais descontraídos. Contudo longe da cidade e das povoações, logo não sendo um foco de desordem. Em especial os soldados espanhóis, que muitas vezes padecem de má conduta, e os oficiais aproveitam-se para muitas vezes fazerem levantamentos militares.



Dia a dia português numa redução jesuítica... Pacatas, e recatadas, há um bom ambiente castrense, disciplina elevada e moral alta.


_________________
avatar
Portugal

Número de Mensagens : 3627
Capital : Lisboa/Madrid
Regime Politico : Monarquia Constitucional
Chefe de Estado : Sua Alteza Real D. Afonso VIII de Portugal, XIV das Espanhas
Data de inscrição : 18/01/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As águas turvas do Rio da Prata... (Fronteira Fluvial)

Mensagem  URS em Sab Abr 09, 2011 6:59 pm

- Uma nova base em Montevideu? Estes tipos querem mesmo comprar uma guerra com os burgolavos... - comenta Thorvald enquanto lê o jornal.

- Pensei que os portugueses tivessem mais juízo do que andar a encorajar os brasileiros a provocar a maior potência do continente. - responde Jansen.
avatar
URS
Internacional Socialista

Número de Mensagens : 14751
Capital : Valtland
Regime Politico : Socialismo
Chefe de Estado : Maximus Thorvald
Data de inscrição : 14/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As águas turvas do Rio da Prata... (Fronteira Fluvial)

Mensagem  Portugal em Dom Abr 10, 2011 7:38 pm

É "contratada" a Tuna Académica de Évora para animar os soldados das reduções jesuíticas, e também proporcionar alguma diversão, já que a única diversão além da jogatina e prostitutas é as músicas de fanfarra que animam os quartéis. As tunas académicas são muito queridas dos portugueses e espanhóis, e a sua presença é sinónimo de alegria para o povo... Na sua digressão a estudantada descobre o clássico brasileiro, Tico Tico no Fubá... Não querem outra vida, até os soldados andam animados com a musica brasileira, e os brasileiros animados com a música folklórica portuguesa... O traje académico, a Capa e Batina causa alguma impressão e curiosidade no interior do Brazil, apesar de muitos brazileiros se inscreverem principalmente na Universidade de Coimbra, para a esmagadora maioria do brazileiro comum, o traje académico de uso obrigatório é uma novidade. Acaba a estudantada também por alegrar as terras do interior onde passa montados numa carrinha militar portuguesa...


_________________
avatar
Portugal

Número de Mensagens : 3627
Capital : Lisboa/Madrid
Regime Politico : Monarquia Constitucional
Chefe de Estado : Sua Alteza Real D. Afonso VIII de Portugal, XIV das Espanhas
Data de inscrição : 18/01/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As águas turvas do Rio da Prata... (Fronteira Fluvial)

Mensagem  Brasil em Dom Abr 10, 2011 8:00 pm

OOC: Sobre Brasileiros estudando em Coimbra poderia dar um puta RP show de bola pra cacete, seria muito legal. Brasileiros em Coimbra e Lusitanos na Faculdade de Direito do Largo São Francisco, em São Paulo.
avatar
Brasil

Número de Mensagens : 961
Idade : 23
Capital : Brasília (Brasil) e São Paulo (SP)
Regime Politico : Monarquia Constitucional Parlamentar / República Presidencialista Aristocrática (São Paulo)
Chefe de Estado : SMI&R. Imperador Maximilien I do Brasil e de São Paulo
Data de inscrição : 29/09/2010

Ver perfil do usuário http://www.nationstates.net/nation=SPaulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As águas turvas do Rio da Prata... (Fronteira Fluvial)

Mensagem  Portugal em Seg Abr 11, 2011 11:53 am

OOC: Bora lá fazer um acordo entre Universidades, para fazer um programa de troca de alunos? Ou então á escala nacional? Smile

_________________
avatar
Portugal

Número de Mensagens : 3627
Capital : Lisboa/Madrid
Regime Politico : Monarquia Constitucional
Chefe de Estado : Sua Alteza Real D. Afonso VIII de Portugal, XIV das Espanhas
Data de inscrição : 18/01/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As águas turvas do Rio da Prata... (Fronteira Fluvial)

Mensagem  Portugal em Seg Abr 11, 2011 4:58 pm

D. Afonso VIII tinha sido aclamado pelos alemães radicados no Brazil, como seu Kaiser (Imperador). Aproveitando a oportunidade de tal aclamação, as autoridades pedem para começar a recrutar a "torto e a direito" alemães do Brazil, para levantar regimentos para a zona do Rio da Prata. Dito e feito, lá começa a propaganda para o recrutamento... Os nacionalistas alemães mais assanhados entram logo para os regimentos. De Portugal e Espanha vai o equipamento, e as fardas. Para purgar toda a memória de Ulrich, e o seu ominoso regime, e não querendo conotar os alemães com qualquer ideia de "Nacional Socialismo", foram fardados com as fardas do I Reich. Simples e práticas, ficam mais baratas á coroa do que as elaboradas fardas dos alemães de Ulrich. Os alemães adoraram a ideia, e andam todos vaidosos a exibir as suas novas fardas e estatuto de "Soldados do Kaiser".

Mas o mundo escusa de ter a ideia que está restaurado o "Exército Imperial Alemão", pois de alemão só tem os soldados e o estilo do uniforme. Serão todos treinados na "Escola Francesa", que segue os ensinamentos de Napoleão Bonaparte, conforme a filosofia de guerra portuguesa. O conceito de "Guerra Relâmpago" tão germânico, nunca o ouvirão..





O "Batalhão Provisório Alemão" ouve atentamente as instruções do seu instrutor português. Contam-se fazer batalhões de Caçadores alemães. Os alemães que vivem junto dos Gaúchos, esses serão para brigadas a cavalo...

_________________
avatar
Portugal

Número de Mensagens : 3627
Capital : Lisboa/Madrid
Regime Politico : Monarquia Constitucional
Chefe de Estado : Sua Alteza Real D. Afonso VIII de Portugal, XIV das Espanhas
Data de inscrição : 18/01/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As águas turvas do Rio da Prata... (Fronteira Fluvial)

Mensagem  Brasil em Seg Abr 11, 2011 7:18 pm

O Departamento de Segurança Nacional e o Gabinete Militar Imperial com os ânimos acirrados na fronteira à sul com Burgolávia resolver ocupar de forma conjunta com os portugueses as missões jesuíticas nos pampas e as fortalezas.

Assim, as missões e as fortalezas passam a ter apoio total e irrestrito paulistas, na Escola Superior de Guerra do Exército do Brazil, o conceito da Blitzkreig junto com os conceitos de guerra do Gal. Charles de Gaulle em utilização primordial dos blindados no campo de batalha são bem difundidos assim como o conceito de "Guerrilha Urbana", onde civis descontentes são empregados para a guerra.

Em Primeiro momento, o Departamento de Segurança Nacional, o Oberkomando e Sua Majestade querem o fortalecimento da presença das Forças Armadas naquela região, já que as fronteiras foram abertas com Polesânia e Brasil do Norte não havendo mais perigos, possuindo apenas um único perigo, o "perigo vermelho".

No entorno das missões e das fortalezas na Cisplatina está havendo um processo de entricheiramento no entorno prezando pela proteção das bases.



Blindados e armamentos anti-aéreo foram intalados no entorno das bases militares e edifícios dos órgãos de soberania na Cisplatina e na região de fronteira com Burgolávia. Para evitar tumultos e possiveis ataques.


Tropas "teuto-brasileiras" do Exército Constitucionalista protegendo os edifícios


Armamento anti-aéreo sob o comando da Divisão Nipônica do Exército
avatar
Brasil

Número de Mensagens : 961
Idade : 23
Capital : Brasília (Brasil) e São Paulo (SP)
Regime Politico : Monarquia Constitucional Parlamentar / República Presidencialista Aristocrática (São Paulo)
Chefe de Estado : SMI&R. Imperador Maximilien I do Brasil e de São Paulo
Data de inscrição : 29/09/2010

Ver perfil do usuário http://www.nationstates.net/nation=SPaulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As águas turvas do Rio da Prata... (Fronteira Fluvial)

Mensagem  Portugal em Ter Abr 12, 2011 12:50 pm

Por decreto de El Rei, o Marquês de Ávila passa a ser o chefe supremo das forças de El Rei no Brazil. Alemães recrutados, portugueses e espanhóis, obedecem apenas ao comando do Marquês de Ávila, e este por seu turno obedece apenas ao Rei ou ao Imperador.

Os batalhões germânicos, têm um estatuto similar ao da extinta Legião Estrangeira francesa...

Com o Marquês vêm membros da Guarda Real, neste caso Caçadores. Há que trazer para as fronteiras a "creme de la creme" das forças militares portuguesa. Vêm dois regimentos. Com a sua típica cara de campónios, iludem muitos, pois são das tropas mais letais a nível mundial. Contudo os Caçadores da Guarda Real não mais são dos que os seus congéneres do Exército Real, apenas o seu treino dura o dobro. Agora os granadeiros da Guarda Real, esses sim podem gozar do estatuto das melhores tropas do mundo...




Caçadores da Guarda Real ocupando trincheiras construidas pelos Brazileiros no Rio da Prata. Distinguem-se facilmente dos seus congéneres regulares, colarinho vermelho (guarda real) e uniforme acastanhado (cor dos caçadores)

_________________
avatar
Portugal

Número de Mensagens : 3627
Capital : Lisboa/Madrid
Regime Politico : Monarquia Constitucional
Chefe de Estado : Sua Alteza Real D. Afonso VIII de Portugal, XIV das Espanhas
Data de inscrição : 18/01/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As águas turvas do Rio da Prata... (Fronteira Fluvial)

Mensagem  Athaulphia em Ter Abr 12, 2011 2:04 pm

O gajo da direita dá mesmo imagem de soldado letal, dá...

_________________
Toda a informação sobre Athaulphia em sua wiki: http://pt.nsportugal.wikia.com/wiki/Athaulphia
avatar
Athaulphia
OCDE

Número de Mensagens : 2086
Capital : Athaulphópolis
Regime Politico : República Democrática Parlamentarista
Chefe de Estado : Presidente Ignacio Noguerol
Data de inscrição : 28/08/2008

Ver perfil do usuário http://www.nationstates.net/athaulphia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As águas turvas do Rio da Prata... (Fronteira Fluvial)

Mensagem  Brasil em Ter Abr 12, 2011 2:22 pm

Athaulphia escreveu:O gajo da direita dá mesmo imagem de soldado letal, dá...

Imagine esse gajo depois de comer uma feijoada na trincheira, vira uma bomba química! Laughing
avatar
Brasil

Número de Mensagens : 961
Idade : 23
Capital : Brasília (Brasil) e São Paulo (SP)
Regime Politico : Monarquia Constitucional Parlamentar / República Presidencialista Aristocrática (São Paulo)
Chefe de Estado : SMI&R. Imperador Maximilien I do Brasil e de São Paulo
Data de inscrição : 29/09/2010

Ver perfil do usuário http://www.nationstates.net/nation=SPaulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As águas turvas do Rio da Prata... (Fronteira Fluvial)

Mensagem  Portugal em Ter Abr 12, 2011 5:26 pm

OOC: Eu sempre disse que os Guardas Reais tinham cara de campónios... Wink A Guarda Real recruta gente do interior, fazem menos perguntas, obedecem sem questionar, e são resistentes fisicamente... Esse aí da "arma letal" ar mais provinciano não poderia ter, tem mesmo aquela pinta de lavrador minhoto! Smile

_________________
avatar
Portugal

Número de Mensagens : 3627
Capital : Lisboa/Madrid
Regime Politico : Monarquia Constitucional
Chefe de Estado : Sua Alteza Real D. Afonso VIII de Portugal, XIV das Espanhas
Data de inscrição : 18/01/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As águas turvas do Rio da Prata... (Fronteira Fluvial)

Mensagem  Brasil em Sex Abr 15, 2011 4:47 pm

A Marinha Brasileira realizou o bombardeio de uma área desabitada da Cisplatina na Foz do Rio da Prata a um kilometro da fronteira com Burgolávia, neste território foi feito testes das novas munições pesadas da Indústria Bélica Estatal Paulista.

avatar
Brasil

Número de Mensagens : 961
Idade : 23
Capital : Brasília (Brasil) e São Paulo (SP)
Regime Politico : Monarquia Constitucional Parlamentar / República Presidencialista Aristocrática (São Paulo)
Chefe de Estado : SMI&R. Imperador Maximilien I do Brasil e de São Paulo
Data de inscrição : 29/09/2010

Ver perfil do usuário http://www.nationstates.net/nation=SPaulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As águas turvas do Rio da Prata... (Fronteira Fluvial)

Mensagem  URS em Sex Abr 15, 2011 5:59 pm

Marcelo escreveu:A Marinha Brasileira realizou o bombardeio de uma área desabitada da Cisplatina na Foz do Rio da Prata [b]a um kilometro da fronteira com Burgolávia

O Comando Militar convoca uma reunião de emergência do Conselho de Segurança da Internacional Socialista para começar a coordenação de esforços com a Burgolavia e a União Soviética. Este último acto brasileiro mostra que as coisas estão a ir longe demais e se Portugal continua a encorajar os brasileiros, estes terão que aprender da pior forma que a Internacional não é uma organização que queiram ter como inimiga.
avatar
URS
Internacional Socialista

Número de Mensagens : 14751
Capital : Valtland
Regime Politico : Socialismo
Chefe de Estado : Maximus Thorvald
Data de inscrição : 14/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As águas turvas do Rio da Prata... (Fronteira Fluvial)

Mensagem  Portugal em Sab Abr 16, 2011 11:48 am

Ávila continua em observações ás manobras brazileiras. Bom sinal, pelo que viu e pelo que calculou, pedindo ainda ajuda a um ás da artilharia portuguesa, o Brigadeiro Corte Real, o plano de fortificação português está a ser bem elaborado e as fortificações resistem bem até aos novos avanços da artilharia.

_________________
avatar
Portugal

Número de Mensagens : 3627
Capital : Lisboa/Madrid
Regime Politico : Monarquia Constitucional
Chefe de Estado : Sua Alteza Real D. Afonso VIII de Portugal, XIV das Espanhas
Data de inscrição : 18/01/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As águas turvas do Rio da Prata... (Fronteira Fluvial)

Mensagem  Brasil em Sab Abr 16, 2011 4:37 pm

Como parte dos exercícios militares navais, quatro caças do NaE São Paulo fazem vôos rasantes na fronteira Cisplatina - Burgolávia no espaço áereo Brasileiro.

O Comandante da Aeronautica anunciou que o treino está sendo um sucesso.
avatar
Brasil

Número de Mensagens : 961
Idade : 23
Capital : Brasília (Brasil) e São Paulo (SP)
Regime Politico : Monarquia Constitucional Parlamentar / República Presidencialista Aristocrática (São Paulo)
Chefe de Estado : SMI&R. Imperador Maximilien I do Brasil e de São Paulo
Data de inscrição : 29/09/2010

Ver perfil do usuário http://www.nationstates.net/nation=SPaulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As águas turvas do Rio da Prata... (Fronteira Fluvial)

Mensagem  URS em Seg Abr 18, 2011 3:56 pm

A primeira prova de ajuda prática é dada pela Marinha da União, com o envio de uma frota de submarinos com capacidade para lançar dezenas de mísseis contra a costa de São Paulo. Para já mantém-se a uma distância considerável da zona dos treinos, mas têm ordens para estar em estado de prontidão total.

avatar
URS
Internacional Socialista

Número de Mensagens : 14751
Capital : Valtland
Regime Politico : Socialismo
Chefe de Estado : Maximus Thorvald
Data de inscrição : 14/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As águas turvas do Rio da Prata... (Fronteira Fluvial)

Mensagem  Portugal em Seg Abr 18, 2011 4:19 pm

As obras no fundeamento dos dois super-couraçados descomissionados, estão concluídas. Uma poderosa rede de aço colocada 20 metros á volta de cada navio, mais a adição de pesadas placas blindadas com armadura reactiva, fez com que fosse mais dificil abater as duas fortalezas flutuantes. Adicionou-se mais equipamento anti-aério, assim como forneceu-se vários misseis do tipo Stinger para uso da tripulação.

_________________
avatar
Portugal

Número de Mensagens : 3627
Capital : Lisboa/Madrid
Regime Politico : Monarquia Constitucional
Chefe de Estado : Sua Alteza Real D. Afonso VIII de Portugal, XIV das Espanhas
Data de inscrição : 18/01/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As águas turvas do Rio da Prata... (Fronteira Fluvial)

Mensagem  Brasil em Seg Abr 18, 2011 5:12 pm

O Primeiro-Ministro Aloysio Ferreira declarou que neste ponto
que chegou a situação não há mais volta e ainda com a assinatura do
Congresso Nacional deu um últimatum à URS para que se retire de águas
territoriais brasileiras, para além das 200 milhas nauticas.
avatar
Brasil

Número de Mensagens : 961
Idade : 23
Capital : Brasília (Brasil) e São Paulo (SP)
Regime Politico : Monarquia Constitucional Parlamentar / República Presidencialista Aristocrática (São Paulo)
Chefe de Estado : SMI&R. Imperador Maximilien I do Brasil e de São Paulo
Data de inscrição : 29/09/2010

Ver perfil do usuário http://www.nationstates.net/nation=SPaulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As águas turvas do Rio da Prata... (Fronteira Fluvial)

Mensagem  Portugal em Sab Abr 23, 2011 4:24 pm

Valderrama não acredita que a URS aceda a tal, acredita que para aceder terão de haver contra partidas...

_________________
avatar
Portugal

Número de Mensagens : 3627
Capital : Lisboa/Madrid
Regime Politico : Monarquia Constitucional
Chefe de Estado : Sua Alteza Real D. Afonso VIII de Portugal, XIV das Espanhas
Data de inscrição : 18/01/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As águas turvas do Rio da Prata... (Fronteira Fluvial)

Mensagem  Portugal em Ter Abr 26, 2011 1:35 pm

O Duque de Ávila, com o seu staff de Estado Maior "nos trópicos", inspecciona as fortificações portuguesas em torno de diversas fortalezas, ou então fortificações construídas em locais cedidos pelo Estado Brazileiro ao Reino para construção de fortificações.
O que vê parece do seu agrado... Fortificações baratas, mas eficazes... Metralhadoras a cobrir ângulos mortos... Morteiros em locais elevados, artilharia em locais com boa visão, bem camuflada e defendida...




O Marquês de Àvila, raramente visto em público, talvez seja das poucas fotografias tiradas pela imprensa brazileira, em que os brazileiros podem ver de perto o homem que esmagou a quase instauração da ditadura de Lemo no Brazil. Poucos pensavam, que o "super-heroi" militar português era na verdade um homem, magro, já de cabelos brancos, e nariz edunco, e o seu sempre-eterno bigode grisalho...

_________________
avatar
Portugal

Número de Mensagens : 3627
Capital : Lisboa/Madrid
Regime Politico : Monarquia Constitucional
Chefe de Estado : Sua Alteza Real D. Afonso VIII de Portugal, XIV das Espanhas
Data de inscrição : 18/01/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As águas turvas do Rio da Prata... (Fronteira Fluvial)

Mensagem  Burgolavia em Qui Maio 05, 2011 3:39 pm

Os navios militares resguardam-se em águas territoriais, deixando que os exercicios navais decorram sem qualquer interferencia. Em terra são organizados vários esquadróes aéreos com capacidade para os atacar, não vá existir alguma surpresa.
avatar
Burgolavia
Internacional Socialista

Número de Mensagens : 568
Capital : Praga
Regime Politico : Socialismo
Chefe de Estado : Domingos Cardozo
Data de inscrição : 23/10/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As águas turvas do Rio da Prata... (Fronteira Fluvial)

Mensagem  Portugal em Qui Maio 05, 2011 7:03 pm

Ávila limita-se a dar instruções para as posições luso-espanholas apenas e mais nada fazerem do que apontar as armas a Burgulávia, e jogarem a defesa. Ávila, quer uma guerra mediática...

_________________
avatar
Portugal

Número de Mensagens : 3627
Capital : Lisboa/Madrid
Regime Politico : Monarquia Constitucional
Chefe de Estado : Sua Alteza Real D. Afonso VIII de Portugal, XIV das Espanhas
Data de inscrição : 18/01/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As águas turvas do Rio da Prata... (Fronteira Fluvial)

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum