Comunidade NationStates Portugal
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo

+4
Rokolev
Kalmar
Bahia
Brasil
8 participantes

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ir para baixo

Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo Empty Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo

Mensagem  Brasil Qui Set 30, 2010 8:08 pm

Estado Livre de São Paulo
Distrito Metropolitano de Piratininga
Cidade de S. Paulo - Capital

Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo 170px-Brasao_Estado_SaoPaulo_Brasil.svg
"Pelo Brasil façam-se grandes coisas"


Poderes Constituidos

>Poder Executivo:

- Rei de Piratininga: Sua Majestade Imperial & Real, dom Maximilien I de Piratininga, Imperador Constitucional e Defensor Perpétuo do Brasil, Rei e das Terras Além do Planalto de Piratininga pela Graça de Deus e de Nossa Senhora de Aparecida.
- Alto Comissário: Marechal di Paola (PRP)

CONSELHO DE MINISTROS:

- Secretário de Estado dos Negócios da Fazenda e do Planejamento: Sir. Roberto Campos
= Presidente da Fundação Estadual da Receita de São Paulo(Receita Paulista): Oscar Petra
= Presidente do Conselho Acionário, Administrativo e Fiscal do BANESPA: Conde George Aziz Atassi
= Superintendente-geral da Companhia Paulista de Petróleo e Gás (Petropaulo): Salomão Ayalla Silva e Torres

- Secretário de Estado dos Negócios do Interior: Marechal Antônio Carlos von Rademacker-Geisel
= Diretor das Indústrias Reunidas Bélicas de São Paulo(Bellusp): GenEx Adolf Maximilien Eiriksson
>Oberkommando das Forças Paulista de Segurança-Pública (Alto Comando das Forças Militares de São Paulo):
= Comandante do Oberkommando da Força Pública: Cel. Tobias de Aguiar
= Comandante do Oberkommando da Polícia Civil: Delegado John Murad Gartner
= Comandante do Oberkomando do Serviço Reservado Paulista: Cel. Youssef


- Ministério do Comércio, Indústria e Abastecimento: Conde Francesco Matarazzo
= Presidente da Confederação das Indústrias de São Paulo: Conde Francesco Matarazzo = Presidente da Associação Comercial de São Paulo: Comendador Ricardo Jafet

- Ministro da Educação: Ibrahim Nobre
= Reitor da Universidade de São Paulo: Profº Plínio Salgado

= Diretor do Instituto Paulista de Pesquisas: Dr. Fernando Gazzeuille

- Ministro da Saúde: Giacomo Bernadelli
= Diretor do Gabinete de Administração dos Hospitais: Dr. Pacheco Trindade

= Diretor do Instituto de Vacinas e Remédio "Osvaldo Cruz": Dr. Carlos Silva

- Ministro das Obras Públicas e dos Transportes: João Pedro Antunes
= Diretor do Departamento de Estrada de Rodagens (DER): Caetano Alvares
= Diretor da Companhia Ferroviária Paulista (Fepasa): Brigadeiro Faria Silva
= Diretor da Empresa Paulista de Planejamento Urbano (Emplurb):
Humberto Castelbuonno
= Presidente da Empresa de Água e Energia de São Paulo (Sabesp): Lorde Oswald Lins Pinheiro


>Poder Legislativo:

- Presidente do Conselho dos Bandeirantes: Marechal di Paola
- Vice-Presidente do Conselho dos Bandeirante: António Paulo do Pinto dos Santos
= Líder do Governo: Barão Affonso Schimidt
= Líder da Oposição: Dr. Pedro de Toledo

- Presidente do Conselho de Estado: D. Maximilien I
- Vice-Presidente do Conselho de Estado: O Hon. Duque Fernando Augusto Martinelli dos Cântaros

>Poder Judiciário:
- Presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo: Desembargador Paulo da Silva Sauro
- Corregedor do Conselho Paulista de Justiça: Juíza Carmem Festa


Última edição por Império Brasileiro em Seg Out 17, 2011 4:19 pm, editado 23 vez(es) (Motivo da edição : Atualização de Dados)
Brasil
Brasil

Número de Mensagens : 961
Idade : 27
Capital : Brasília (Brasil) e São Paulo (SP)
Regime Politico : Monarquia Constitucional Parlamentar / República Presidencialista Aristocrática (São Paulo)
Chefe de Estado : SMI&R. Imperador Maximilien I do Brasil e de São Paulo
Data de inscrição : 29/09/2010

http://www.nationstates.net/nation=SPaulo

Ir para o topo Ir para baixo

Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo Empty Sistema Partidário e Eleitoral de São Paulo

Mensagem  Brasil Ter Out 05, 2010 6:37 pm

Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo Anular-o-voto-e-estupidez

- O Voto e o Sistema Eleitoral Paulista

O Vote em São Paulo é distrital e por lista partidária. O Estado só pode intervir nos partidos políticos ou nas eleições por meio do Tribunal Superior Eleitoral, caso algum candidato tenha a "ficha suja" ou seja incapacitado (analfabeto ou naturalizado) de representar o povo. Em São Paulo é proibido a manifestação ideológica de cunho totalitário: Extrema-Direita Fascista (Nacional-Socialismo, Fascimo etc.) e a Extrema-Esquerda (Maoismo, Stalinismo etc).

Apenas os eleitores alistados - aqueles que possuem título de eleitor - podem ir as urnas eletrônicas na sede do seu Distrito Eleitoral, elege o seu representante. A apuração dos votos é feita pela Corte Eleitoral, do Tribunal de Justiça de São Paulo. Para ser eleito em São Paulo para qualquer cargo público é necessário haver maioria absoluta (50% + 1voto), assim ocorre em todos os distritos eleitorais para eleger seus representantes no pleito eleitoral.

Caso haja alguma suspeita de irregularidade na hora do voto em algum distrito eleitoral, a Corte Eleitoral do distrito ou a Suprema Corte Eleitoral podem solicitar apoio da Força Pública, do Serviço Reservado e até mesmo das Forças Armadas do Brasil para garantir a ideonidade do pleito.

Por São Paulo ser um estado soberano e independente mas ligado ao Brasil por meio da Coroa Real (Em São Paulo o título de Maximilien é de Rei) os partidos por meio de um dispositivo na Constituição de São Paulo podem ter uma "coligação" com os partidos políticos brasileiros. O que permite os eleitores em participarem do pleito no Brasil. Como se o partido X em São Paulo fosse um representante, ou melhor, uma filial do partido Y do Brasil.

- Partidos Políticos de São Paulo
- Partido Repúblicano Paulista (Direita Reacionária Conservadora e Agrária)
Lider: Salim Farah
Coligação Brasileira: Com os Nacionais Conservadores

- Partido Bandeirante (Direita Progressista Liberal)
Lider: Maximo Villagio da Silva Brandão
Coligação Brasileira: Com o Partido Social Democrático

- Partido Constitucionalista (Nacionalista e Militarista de Centro)
Lider: General Antônio Perrega
Coligação Brasileira: Com os Nacionais Conservadores

- Partido Independente Nove de Julho (Esquerda Liberal Separatista)
Lider: Doutor Fernando d'Olhão
Coligação Brasileira: Com a Frente Socialista Brasileira


Última edição por Império Brasileiro em Qua Dez 28, 2011 2:00 am, editado 12 vez(es) (Motivo da edição : Atualização de informações)
Brasil
Brasil

Número de Mensagens : 961
Idade : 27
Capital : Brasília (Brasil) e São Paulo (SP)
Regime Politico : Monarquia Constitucional Parlamentar / República Presidencialista Aristocrática (São Paulo)
Chefe de Estado : SMI&R. Imperador Maximilien I do Brasil e de São Paulo
Data de inscrição : 29/09/2010

http://www.nationstates.net/nation=SPaulo

Ir para o topo Ir para baixo

Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo Empty Re: Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo

Mensagem  Bahia Qua Out 06, 2010 11:04 am

occ: não seria mais eficaz substituir o apedrejamento pela forca?
Bahia
Bahia

Número de Mensagens : 1291
Capital : Cidade Imperial de Salvador
Regime Politico : Monarquia
Chefe de Estado : Imperador Gabriel Bertochi
Data de inscrição : 17/12/2009

http://www.nationstates.net/nation=brasil_do_norte

Ir para o topo Ir para baixo

Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo Empty Re: Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo

Mensagem  Kalmar Qua Out 06, 2010 12:52 pm

Brasil do Norte escreveu:occ: não seria mais eficaz substituir o apedrejamento pela forca?
ooc: Discussão filosófica interessantíssima... Acompanharei.
Kalmar
Kalmar
OCDE

Número de Mensagens : 5823
Capital : Estocolmo
Regime Politico : Presidencialismo
Chefe de Estado : Afonso de Albuquerque
Data de inscrição : 23/08/2008

http://www.nationstates.net/miratejo

Ir para o topo Ir para baixo

Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo Empty Re: Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo

Mensagem  Bahia Qui Out 07, 2010 7:22 am

occ: Forca = Morte rápida, sem encheção de saco e sem tumulto popular(ninguem pisoteia ninguem p/ tentar tacar pedras) além de ser mto menos doloroso...
Bahia
Bahia

Número de Mensagens : 1291
Capital : Cidade Imperial de Salvador
Regime Politico : Monarquia
Chefe de Estado : Imperador Gabriel Bertochi
Data de inscrição : 17/12/2009

http://www.nationstates.net/nation=brasil_do_norte

Ir para o topo Ir para baixo

Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo Empty Re: Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo

Mensagem  Rokolev Qui Out 07, 2010 10:28 am

ooc: enfim
Rokolev
Rokolev

Número de Mensagens : 2255
Idade : 34
Data de inscrição : 16/11/2009

Ir para o topo Ir para baixo

Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo Empty Re: Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo

Mensagem  Brasil Qui Out 07, 2010 11:39 am

Kalmar escreveu:
Brasil do Norte escreveu:occ: não seria mais eficaz substituir o apedrejamento pela forca?
ooc: Discussão filosófica interessantíssima... Acompanharei.

É que o Apedrejamento é algo tão cruel que inibe os possíveis corruptos de roubarem ou desperdiçarem dinheiro público.
Brasil
Brasil

Número de Mensagens : 961
Idade : 27
Capital : Brasília (Brasil) e São Paulo (SP)
Regime Politico : Monarquia Constitucional Parlamentar / República Presidencialista Aristocrática (São Paulo)
Chefe de Estado : SMI&R. Imperador Maximilien I do Brasil e de São Paulo
Data de inscrição : 29/09/2010

http://www.nationstates.net/nation=SPaulo

Ir para o topo Ir para baixo

Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo Empty Re: Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo

Mensagem  URS Qui Out 07, 2010 11:45 am

mbrunella escreveu:
Kalmar escreveu:
Brasil do Norte escreveu:occ: não seria mais eficaz substituir o apedrejamento pela forca?
ooc: Discussão filosófica interessantíssima... Acompanharei.

É que o Apedrejamento é algo tão cruel que inibe os possíveis corruptos de roubarem ou desperdiçarem dinheiro público.

ooc: além disso é mandatado pela bíblia como punição que agrada a deus... não tem nada que enganar. Civilização? Bah... overrated.
URS
URS
Internacional Socialista

Número de Mensagens : 14751
Capital : Valtland
Regime Politico : Socialismo
Chefe de Estado : Maximus Thorvald
Data de inscrição : 14/08/2008

Ir para o topo Ir para baixo

Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo Empty Re: Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo

Mensagem  URS Qui Out 07, 2010 11:45 am

ooc: depois logo mudo o ooc
URS
URS
Internacional Socialista

Número de Mensagens : 14751
Capital : Valtland
Regime Politico : Socialismo
Chefe de Estado : Maximus Thorvald
Data de inscrição : 14/08/2008

Ir para o topo Ir para baixo

Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo Empty Re: Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo

Mensagem  Brasil Qui Out 07, 2010 3:03 pm

URS escreveu:
mbrunella escreveu:
Kalmar escreveu:
Brasil do Norte escreveu:occ: não seria mais eficaz substituir o apedrejamento pela forca?
ooc: Discussão filosófica interessantíssima... Acompanharei.

É que o Apedrejamento é algo tão cruel que inibe os possíveis corruptos de roubarem ou desperdiçarem dinheiro público.

ooc: além disso é mandatado pela bíblia como punição que agrada a deus... não tem nada que enganar. Civilização? Bah... overrated.

ooc: Mandaqui não é uma Monarquia Confessional, é um estado laico, o apedrejamento é para corruptos mesmo.
Brasil
Brasil

Número de Mensagens : 961
Idade : 27
Capital : Brasília (Brasil) e São Paulo (SP)
Regime Politico : Monarquia Constitucional Parlamentar / República Presidencialista Aristocrática (São Paulo)
Chefe de Estado : SMI&R. Imperador Maximilien I do Brasil e de São Paulo
Data de inscrição : 29/09/2010

http://www.nationstates.net/nation=SPaulo

Ir para o topo Ir para baixo

Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo Empty Re: Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo

Mensagem  Rokolev Qui Out 07, 2010 3:41 pm

ooc: ah, ok...quase me assustei.
Rokolev
Rokolev

Número de Mensagens : 2255
Idade : 34
Data de inscrição : 16/11/2009

Ir para o topo Ir para baixo

Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo Empty Re: Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo

Mensagem  URS Qui Out 07, 2010 4:23 pm

Rokolev escreveu:ooc: ah, ok...quase me assustei.

Laughing
URS
URS
Internacional Socialista

Número de Mensagens : 14751
Capital : Valtland
Regime Politico : Socialismo
Chefe de Estado : Maximus Thorvald
Data de inscrição : 14/08/2008

Ir para o topo Ir para baixo

Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo Empty Leis do Crime Vermelho

Mensagem  Brasil Qua Out 13, 2010 6:54 am

CONGRESSO NACIONAL
CÂMARA DOS DEPUTADOS
COMISSÃO DE TRABALHO, DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO E AGRO NEGÓCIO


Visto a demasiada utilização de Sindicatos e Greves para atravancar o progresso econômico do Plano Nacional para os Bancos, feito em parceria com a Federação Brasileira de Bancos, apresento o seguinte projeto de lei constitucional:

Art.1º: A Greve só poderá ser convocada por uma assembléia geral de trabalhadores de determinada empresa seja ela estatal ou privada, e deverá ser aprovado com 90% dos votos dos funcionários mais um voto.
I - Caso não haja quórum, nova assembléia deverá ser convocada,

Art.2º: Ficam-se proibidos sindicatos posicionados ideologicamente e fica vedado a participação de membros filiados a partidos políticos.

Art.3º: Deverá apenas haver um sindicato por categoria e todo sindicato deve ser registrado na Secretária da Representação do Trabalhador do Ministério do Trabalho e da Previdência Social.
I - Podendo o Estado vetar a criação do sindicado, prender os participantes e como assim também extingüir qualquer sindicato na Federação de São Paulo.

Art.4: Fica proibida a criação de Movimentos Políticos de Esquerda, visto a nocividade a nação e ao povo Brasileiro.

Art.5º: Utilizar-se-à como Base Jurídica a esta lei o Artigo décimo quinto, inciso B da lei de segurança nacional b) dano, destruição ou neutralização de meios de defesa ou de segurança; paralisação, total ou parcial, de atividade ou serviços públicos reputados essenciais para a defesa, a segurança ou a economia do País, a pena aumenta-se até o dobro;

Art.6º: Utilizar-se-à a Pena de Morte conforme consta no Incido C do Artigo Décimo Quinto da Lei de Segurança Nacional em qualquer violação a esta lei.

Art.7º: Esta lei entra em vigor em 25 de Dezembro de 2010.

Deputado Paes de Lira
DEM-SP


O Presidente José Serra junto com o Primeiro-Ministro Fernando Henrique Cardoso, pensaram e pensaram durante horas, consultaram seus Ministros e Secretários e viram esta "bucha" em suas mãos. O Presidente e o Primeiro-Ministro deveriam voltar em uma hora com a resposta ao Congresso Nacional, porém a resposta voltou e com uma anotação manuscrita "Faça-se um Plebiscito! Vox Populi Vox Dei!". E Assim será feita, o Congresso Nacional ficou atordoado, os Comunistas disseram "Esse presidente quer um golpe!" os Direitistas disseram "Este presidente está ficando louco! Favorecer os Comunas pelas urnas?!", mas o povo dizia "Que merda se passa na cabeça de nossos deputados?"

O Ministro-Presidente do Supremo Tribunal Federal, declarou que este PLC (Projeto de Lei Constitucional) viola os preceitos de Liberdade que a república pregra, viola os preceitos básicos do humanismo mas fez uma declaração um tanto Sartreriana "Que o Povo escolha o seu destino na Urna!".

Alguns militares um tanto exaltados, declararam no Clube Militar, no Rio de Janeiro, que o Presidente da República "notório defensor da liberdade a aqueles que não a desejam" está querendo dar um golpe na nação, mas que o "plebiscito dirá se a população ou não deseja que estes 'animais' fiquem encarcerados ou não."
Brasil
Brasil

Número de Mensagens : 961
Idade : 27
Capital : Brasília (Brasil) e São Paulo (SP)
Regime Politico : Monarquia Constitucional Parlamentar / República Presidencialista Aristocrática (São Paulo)
Chefe de Estado : SMI&R. Imperador Maximilien I do Brasil e de São Paulo
Data de inscrição : 29/09/2010

http://www.nationstates.net/nation=SPaulo

Ir para o topo Ir para baixo

Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo Empty Re: Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo

Mensagem  Athaulphia Qua Out 13, 2010 10:11 am

OOC: esta história traz-me uma certa sensação de déjà vu...

_________________
Toda a informação sobre Athaulphia em sua wiki: http://pt.nsportugal.wikia.com/wiki/Athaulphia
Athaulphia
Athaulphia
OCDE

Número de Mensagens : 2086
Capital : Athaulphópolis
Regime Politico : República Democrática Parlamentarista
Chefe de Estado : Presidente Ignacio Noguerol
Data de inscrição : 28/08/2008

http://www.nationstates.net/athaulphia

Ir para o topo Ir para baixo

Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo Empty Re: Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo

Mensagem  Brasil Qua Out 13, 2010 10:54 am

OOC: porquê? Shocked
Brasil
Brasil

Número de Mensagens : 961
Idade : 27
Capital : Brasília (Brasil) e São Paulo (SP)
Regime Politico : Monarquia Constitucional Parlamentar / República Presidencialista Aristocrática (São Paulo)
Chefe de Estado : SMI&R. Imperador Maximilien I do Brasil e de São Paulo
Data de inscrição : 29/09/2010

http://www.nationstates.net/nation=SPaulo

Ir para o topo Ir para baixo

Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo Empty Re: Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo

Mensagem  Athaulphia Qua Out 13, 2010 11:14 am

OOC: em Lapália também houve um ditador que queria legitimar a supressão das liberdades com plebiscitos. Ele considerava-se o mais demócrata do mundo.

_________________
Toda a informação sobre Athaulphia em sua wiki: http://pt.nsportugal.wikia.com/wiki/Athaulphia
Athaulphia
Athaulphia
OCDE

Número de Mensagens : 2086
Capital : Athaulphópolis
Regime Politico : República Democrática Parlamentarista
Chefe de Estado : Presidente Ignacio Noguerol
Data de inscrição : 28/08/2008

http://www.nationstates.net/athaulphia

Ir para o topo Ir para baixo

Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo Empty Re: Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo

Mensagem  Brasil Qua Out 13, 2010 11:21 am

Athaulphia escreveu:OOC: em Lapália também houve um ditador que queria legitimar a supressão das liberdades com plebiscitos. Ele considerava-se o mais demócrata do mundo.

OOC: Mas o problema, é que o meu presidente não quer uma ditadura então por isso ele quis colocar essa ação impopular sob julgamento do povo, num plebiscito.
Brasil
Brasil

Número de Mensagens : 961
Idade : 27
Capital : Brasília (Brasil) e São Paulo (SP)
Regime Politico : Monarquia Constitucional Parlamentar / República Presidencialista Aristocrática (São Paulo)
Chefe de Estado : SMI&R. Imperador Maximilien I do Brasil e de São Paulo
Data de inscrição : 29/09/2010

http://www.nationstates.net/nation=SPaulo

Ir para o topo Ir para baixo

Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo Empty Re: Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo

Mensagem  Athaulphia Qua Out 13, 2010 11:44 am

OOC: este debate foi o mesmo que houve na altura com o Carmona (o ditador lapaliano). Num estado democrático e livre há uma série de dereitos e liberdades fundamentais de toda pessoa (expressão, consciência, asociação e reunião pacíficas, imprensa...) que são anteriores e superiores a qualquer legislação, votada pelo povo ou não. Em nenhúm caso os procedimentos democráticos podem ser usados para suprimir dereitos básicos a uma parte da população, pois isso não é estado de dereito, é "tirania da maioria". Democracia não é apenas fezer eleições.


Última edição por Athaulphia em Qua Out 13, 2010 11:52 am, editado 1 vez(es)

_________________
Toda a informação sobre Athaulphia em sua wiki: http://pt.nsportugal.wikia.com/wiki/Athaulphia
Athaulphia
Athaulphia
OCDE

Número de Mensagens : 2086
Capital : Athaulphópolis
Regime Politico : República Democrática Parlamentarista
Chefe de Estado : Presidente Ignacio Noguerol
Data de inscrição : 28/08/2008

http://www.nationstates.net/athaulphia

Ir para o topo Ir para baixo

Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo Empty Re: Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo

Mensagem  Brasil Qua Out 13, 2010 11:49 am

OOC: Eu entendo perfeitamente o conceito de democracia, mas no meu caso em especial, essa ação foi enviada para apreciação popular para que o Presidente não seja deposto (por meio de impeachment) e o Primeiro-Ministro também (moção de desconfiança).
Brasil
Brasil

Número de Mensagens : 961
Idade : 27
Capital : Brasília (Brasil) e São Paulo (SP)
Regime Politico : Monarquia Constitucional Parlamentar / República Presidencialista Aristocrática (São Paulo)
Chefe de Estado : SMI&R. Imperador Maximilien I do Brasil e de São Paulo
Data de inscrição : 29/09/2010

http://www.nationstates.net/nation=SPaulo

Ir para o topo Ir para baixo

Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo Empty Re: Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo

Mensagem  Bahia Qua Out 13, 2010 11:54 am

OCC: Ou seja, o Presidente se utilizou da técnica baixa de lavar as mãos...
Bahia
Bahia

Número de Mensagens : 1291
Capital : Cidade Imperial de Salvador
Regime Politico : Monarquia
Chefe de Estado : Imperador Gabriel Bertochi
Data de inscrição : 17/12/2009

http://www.nationstates.net/nation=brasil_do_norte

Ir para o topo Ir para baixo

Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo Empty Re: Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo

Mensagem  Brasil Sex Out 29, 2010 10:43 am

Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo 5317371367_443a968de6_b

Monarquia ou Não?

O Presidente no seu Gabinete do Palácio dos Bandeirantes após voltar de Brasília resolveu analisar toda a conjuntura política nacional. As Pesquisas diziam que em 52% dos Distritos Eleitorais iriam aprovar uma monarquia mas de qualquer forma a resistência no Sul do País é o que preocupou.
O Presidente Virou-se para o chanceler e disse:
- E agora José? A Festa Acabou ou não? Os Gaúchos será que vão nos trair?
- Sabemos senhor Presidente que o Sul sempre foi metido a revoltoso agora com todo o país declarando-se pró-monarquia é óbvio que os gaúchos vão querer levantar-se e falar que irão querer ser uma República "livre" como eles sempre quiseram mesmo sendo Brasileiros.
- Ah! - Levantou-se o Presidente e foi andando até um quadro com dois cartazes da época da Revolução Constitucionalista de 1932 - Deveríamos aprender com os nossos ancestrais, lutaram e deram suas vidas pela liberdade contra a ditadura do Getúlio Vargas, aquele maledeto impiastro gaúcho.
- O Que o senhor propõe então? - disse o chanceler Eiriksson ajeitando o terno/fato - Enviarmos tropas da Força Pública do estado de S.Paulo e o de Minas Gerais para um contra-golpe?
- Não! Jamais! Não quero suprimir a liberdade do nosso povo! Não foi em prol disso que acabamos com o PT? Então porque dariamos uma de marxistas agora, justamente nessa altura do Campeonato - Disse o Presidente ainda olhando para o quadro com os cartazes.
- Então Façamos o seguinte meu presidente, vamos usar a RT9 para bombardear midiáticamente o Rio Grande do Sul para que ele nos apoie.
- Isso pode dar certo, mas em assuntos internos é você quem cuida, mas saiba que eu não apoio e nem apoiarei qualquer tentativa cerceatória as liberdades individuais. Respondeu enfáticamente o Presidente Brunella olhando com ódio para o chanceler mostrando toda a sua repulsa naquele seu olhar.
O Chanceler percebendo o ódio do presidente e temendo ser exonerado mudou rapidamente de idéia
- Me Desculpe senhor Presidente, vou convocar a bancada aliada Sulista e pedir apoio.
- Faz Bem Eiriksson! Faz Muito Bem. - Disse o Presidente pegando seu chapéu de feltro e abotoando seu fato/terno e dirigindo-se a porta mas completa antes de saír. - Eiriksson, faça-me o favor de se retirar do meu gabinete e vá logo para Brasília.
- Não Precisa falar duas, Herr President!


Última edição por Império Brasileiro em Qua Dez 28, 2011 2:04 am, editado 3 vez(es)
Brasil
Brasil

Número de Mensagens : 961
Idade : 27
Capital : Brasília (Brasil) e São Paulo (SP)
Regime Politico : Monarquia Constitucional Parlamentar / República Presidencialista Aristocrática (São Paulo)
Chefe de Estado : SMI&R. Imperador Maximilien I do Brasil e de São Paulo
Data de inscrição : 29/09/2010

http://www.nationstates.net/nation=SPaulo

Ir para o topo Ir para baixo

Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo Empty A Votação da Emenda Brunella no Congresso Nacional

Mensagem  Brasil Seg Nov 01, 2010 8:58 pm

Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo Suplicy-cartao-vermelho-pt-senado

Monarquia ou Não: A votação da Emenda Brunella no Congresso Nacional

Em Brasília o Congresso Nacional está um burburinho só, no plenário ocorre a votação da emenda constitucional que aprova a Monarquia. E os Partidos posicionam-se. O Chanceler Eiriksson dirige-se a tribuna do congresso e começa a votação:

- Senhores Senadores e Deputados - um silêncio doentio toma conta do congresso com medo que viesse a cabo um "golpe" - venho em nome do Presidente Brunella e das lideranças aliadas. Decidimos juntos que fechamos questão para esta emenda e que o Partido Republicano Paulista, a Aliança Reedificadora Nacional, Partido da Social Democracia Brasileira, Partido Popular Socialista e Democratas votam pela aprovação do Projeto de Emenda Constitucional de 29 de Outubro de 2010, apresentado pela Liderança do Governo no Congresso Nacional da Federação de São Paulo.

Os Senadores entram em pânico, pois assim 3/4 do Senado acabava de ter aprovado de uma vez só uma emenda constitucional, os comunistas gritavam
- BURGUESES LADRÕES! INIMIGOS DA RAÇA! INIMIGOS DO POVO! HAVERÁ VOLTA.

Logo em seguida a Minoria abandonou o Congresso Nacional e uniram-se ao Comício Republicano nos Jardins do Congresso. O Exército fora accionado para manter a ordem e a votação seguisse.

A Emenda "Brunella" foi aprovada pelo mínimo exigido pela constituição pelos representantes do povo Paulista, habemus monarquia.

O Senador e Chanceler Eiriksson olhou tudo aquilo depois da oficialização e rumou ao seu gabinete, viu a desordem e pensou "O Que nós acabamos de fazer meu Deus?! Que seja feita sua vontade!"


Última edição por Império Brasileiro em Qua Dez 28, 2011 2:06 am, editado 1 vez(es)
Brasil
Brasil

Número de Mensagens : 961
Idade : 27
Capital : Brasília (Brasil) e São Paulo (SP)
Regime Politico : Monarquia Constitucional Parlamentar / República Presidencialista Aristocrática (São Paulo)
Chefe de Estado : SMI&R. Imperador Maximilien I do Brasil e de São Paulo
Data de inscrição : 29/09/2010

http://www.nationstates.net/nation=SPaulo

Ir para o topo Ir para baixo

Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo Empty Re: Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo

Mensagem  Bahia Ter Nov 02, 2010 9:47 am

O Brasil do Norte por meio de seu embaixador parabeniza este ato de serenidade, por parte do governo paulista, mas ressalta a necessidade de se levar esta medida a referendo.
Bahia
Bahia

Número de Mensagens : 1291
Capital : Cidade Imperial de Salvador
Regime Politico : Monarquia
Chefe de Estado : Imperador Gabriel Bertochi
Data de inscrição : 17/12/2009

http://www.nationstates.net/nation=brasil_do_norte

Ir para o topo Ir para baixo

Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo Empty Re: Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo

Mensagem  Brasil Dom Nov 28, 2010 4:20 pm

Crise Institucional no Império: A Demissão do Chanceler Eiriksson

Dentro do Palácio dos Campos Elíseos um grupo de cidadãos enfurecidos entra no gabinete do Imperador com exemplares dos jornais mais influentes do país.

- Veja Majestade! É Inadimissivel! O Estado de São Paulo, O Estado de Minas Gerais,o Correio Braziliense, O Globo, Jornal do Brasil e ATÉ O ZERO HORA DE PORTO ALEGRE MAJESTADE!!!

- Que se passa cavalheiros? Que Zona é essa no meu gabinete?! - Disse o Imperador com um rosto aparentando estar preocupado, ajeitando o seu óculos e pegando um dos jornais.

- SANTA MARIA!! PUTA MERDA MEU! - Gritou o Imperador com o jornal na mão após ler rápidamente a matéria que era capa destes jornais - Como uma porra dessas nos foi acontecer justo agora!!! HANS MAXIMILIEN! VENHA AGORA AO MEU GABINETE!!!! - Gritou pelo Interfone instalado na mesa que abrangia todos os cômodos do palácio

- Então Majestade? O Que faremos! - Bradou o líder deste grupo de cidadãos, o Duque de Santana de Parnaíba, Dr. Paulo Fernando de Castro d'Olhão, Presidente da Associação Brasileira de Decência e Grão-Mestre dos Maçons de São Paulo.

Neste instante o chanceler Hans Maximilien adentra ao Gabinete e é recebido com olhares de ódio.O Imperador começa ao apedrejamento verbal

- Hans! Que história é essa de corrupção no seu gabinete? desviar verba da Luta do Combate à Pobreza? Hans! Tenha uma boa defesa ou caso contrário você está preso! Preso por ROUBAR DINHEIRO DO NOSSO POVO!

- MA-MA-MAJESTADE! Ne pas possible!! - O Chanceler começava a ter uma crise de choro - Me disseram, os caras que nada seria descoberto! Que é infalivel! Ma-ma-mas...

- Pare Imediatamente com este seu choro de cobra! Eu tenho nojo de você! - Diz interrompendo o até então Chanceler - Você está preso! Guardas! Prenda-o e avisem o delegado que foi ordem direta minha.

O Chanceler antes de ser preso, tenta morder uma cápsula de Cianureto e diz ao Imperador - Vivo Jamais vocês me pegarão! Eu o verei no inferno Brunella! No Inferno! - Mas com o tapa no rosto que levou do oficial militar que o prendera cospe a cápsula e não consegue se suicidar.

- Aproveitem senhores, e diga ao delegado do Distrito Policial indexar ao processo dele Atos de terror contra a Coroa e a Unidade Imperial.
Enquanto iria sendo detido Hans Maximilien, o imperador estava pensando quem seria o Chanceler Temporário já que pare fortalecer a Monarquia em São Paulo ele não poderia tomar para si os poderes do Executivo Representativo então veio a sua mente. "Que seja o Paulo Fernando, ele é integro, tem formação política e intelectual necessária e o povo o confia por causa da maçonaria. Vai Ser Ele'' pensou.

- Paulo Fernando! Parabéns você é o novo Chanceler do Império!

- Ahn? Como Majestade? - Perguntou sem entender ao Imperador.

- Exatamente Doutor, serás o chanceler, pode reunir os ministros antigos e os novos que você há de nomear aqui mesmo no palácio. Seu gabinete é o 4º da Direita no 1º Andar.

- Mas Majestade! - Disse o Novo Chanceler sendo interrompido pelo imperador

- Sem mais mas! Vá ao trabalho, a pátria vos espera cavalheiro!

E Sem mas mesmo o Dr. Paulo Fernando saiu da sala rumando ao novo gabinete aonde faria ligações aos seus irmãos maçons e familiares para noticiar que era o novo chanceler do império.


Última edição por Império Brasileiro em Qua Dez 28, 2011 2:08 am, editado 1 vez(es)
Brasil
Brasil

Número de Mensagens : 961
Idade : 27
Capital : Brasília (Brasil) e São Paulo (SP)
Regime Politico : Monarquia Constitucional Parlamentar / República Presidencialista Aristocrática (São Paulo)
Chefe de Estado : SMI&R. Imperador Maximilien I do Brasil e de São Paulo
Data de inscrição : 29/09/2010

http://www.nationstates.net/nation=SPaulo

Ir para o topo Ir para baixo

Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo Empty O Resultado do Plebiscito

Mensagem  Brasil Sab Dez 11, 2010 8:03 pm

A Solidificação da Monarquia - O Plebiscito

No Palácio dos Campos Elíseos eram 19h00, havia um corre pra cá e corre pra lá, os assessores do Imperador, dos Ministros e do Chanceler estavam atônitos, não sabiam o que fazer, havia começado a apuração e na Província do Rio Grande do Sul a opção pela República estava liderando porém apenas 47% das urnas estavam apuradas.

As Urnas foram abertas as 5h50m e fechadas as 17h50m, todas simultaneamente já que o sistema das urnas eletrônicas são integradas mas a contagem de votos dura em cerca 3 horas, pois as urnas são recolhidas cada uma para sua seção eleitoral, lá eles retiram o cartão de memória de cada urna e conectada a um computador que automaticamente envia os dados para o Tribunal Superior Eleitoral, tudo isso é feito sempre com a presença de um Soldado da Guarda Bandeirante, de um Juiz Eleitoral e de Observadores dos Partidos e da Sociedade Civil.

No Tribunal Superior Eleitoral, os dados são atualizados minuto a minuto e para não haver erro, os 5 menores estados mandam os dados primeiro e por ultimo os 5 maiores. Assim cria um enorme suspense no resultado das eleições, não na legitimidade delas mas no resultado pois a cada momento pode virar.

Então, já eram 20h00m, no gabinete imperial estava Dom Brunella, o Imperador e o Dr. Fernando, o Chanceler, ambos assaz apreensivos e nervosos pois a briga por voto era minuto a minuto, no Rio Grande do Sul, reduto da esquerda, aonde as pesquisas diziam que a opção republicana iria liderar houve uma reviravolta, a Monarquia estava liderando com folga, o placar estava "Monarquia - 76% ; República - 4% ; Votos Nulo ou Brancos - 20%".

Isso era um sinal de que as coisas iam bem, noite antes das eleições, o Judiciário havia determinado a invasão de 17 prédios da campanha republicana e de 22 prédios da campanha monarquista com fim de deter a boca de urna durante as eleições.

Detalhe: Boca de Urna em São Paulo é crime.


No final das contas, quando começou as 20h30m a contar os votos da Província de São Paulo, de Guanabara, Goyaz e Minas Geraes a felicidade foi completa.

Resultado Final:
Monarquia - 79%
República - 3%
Abstenção - 18%



Última edição por Império Brasileiro em Qua Dez 28, 2011 2:15 am, editado 1 vez(es)
Brasil
Brasil

Número de Mensagens : 961
Idade : 27
Capital : Brasília (Brasil) e São Paulo (SP)
Regime Politico : Monarquia Constitucional Parlamentar / República Presidencialista Aristocrática (São Paulo)
Chefe de Estado : SMI&R. Imperador Maximilien I do Brasil e de São Paulo
Data de inscrição : 29/09/2010

http://www.nationstates.net/nation=SPaulo

Ir para o topo Ir para baixo

Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo Empty Re: Política Interna, Palacianas e Intrigas de São Paulo

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Ir para o topo Ir para baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ir para o topo

- Tópicos similares

 
Permissões neste fórum
Você não pode responder aos tópicos