Comunidade NationStates Portugal
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Imprensa da URLC

+2
Roma
Centric
6 participantes

Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3

Ir para baixo

Imprensa da URLC - Página 3 Empty Re: Imprensa da URLC

Mensagem  Centric Ter Set 29, 2009 3:22 pm

The Lumiar Post


Arrow Notícias Breves

Arrow Aproximam-se as eleições concelhias. A realizar a 18 de Outubro, nesse dia, os centricos elegerão os seus representantes no Concelho local, para falar pelos seus interesses. Por todos os Concelhos, candidatos a Membros do Concelho, agrupam-se em listas ideológicamente semelhantes para melhor representar os seus interesses. As listas mais comuns expõem o libertarianismo moderado, o radical, o republicanismo, e algumas a esquerda e a Reacção, embora haja inúmeras excepções, cada uma com uma causa local diferente. No entanto, como estipulado pela Lei, não existe possibilidade de estas listas se agruparem em federações inter-concelhias, evitando a constituição de partidos políticos. As Cidades Livres vão também escolher o Presidente do Concelho da Cidade. As eleições são especialmente disputadas em Lumiar, com o actual Presidente do Concelho da Cidade Anthony Burrows, enfrentando Peter Mendelson. Apesar de serem ambos moderados, as suas propostas para a cidade são bastante diferentes, dividindo bastante a população. O Lumiar Post acompahará a campanha nas principais Cidades Livres e em alguns Concelhos mais 'quentes', como o de Vyborg/Viipuri, em que a tensão finlandeses-boganeses aumenta.

Arrow Australásia numa espiral de acontecimentos políticos negativos, com a privatização da Papua e a Restauração da Monarquia a terem proeminente destaque. Colin Chapman, ex-Primeiro Ministro Australiano, anunciou a privtaização de uma província inteira, ficado essa nas mãos de uma empresa, uma clara violação do direito à auto-determinação dos povos. Todo o mundo condenou a acção e Chapman demitu-se pouco depois. Entretanto, do nada, os australianos votaram para que se restaurasse a monarquia, um acto político que apanhou de surpresa muita gente. O proeminente político Hans Kelsen, disse ao Lumiar Post: "Os Australianos, acabaram de escolher voltar a um regime que, embora não autocrático, representa o indesejável do passado - a monarquia - a eterna inimiga da igualdade perante a lei, da liberdade e da democracia. Vamos a ver se eles não cometeram um erro."
Centric
Centric

Número de Mensagens : 1066
Idade : 29
Capital : Lumiar
Regime Politico : Social-Nacionalismo
Data de inscrição : 14/09/2008

http://www.nationstates.net/14130/page=display_nation/nation=vib

Ir para o topo Ir para baixo

Imprensa da URLC - Página 3 Empty Re: Imprensa da URLC

Mensagem  Centric Ter Out 13, 2009 5:18 pm

[quote="URLC"]
The Lumiar Post


Arrow Eleições Locais - Casos Quentes

Arrow Em Lumiar, as eleições estão muito quentes. Com dois candidatos, Anthony Burrows e Peter Mendelson, ambos moderados, a escolha é difícil. Apesar de serem politicamente semelhantes, querem ambos coisas bastante diferentes. Burrows, quer a construção de um novo aeroporto, devido às previsões de que dos dois actuais aeroportos, Shellton e Thunderham, estarão sobrelotados por 2012. Burrows aposta também na expansão da rede de túneis pela cidade, em detrimento do metro, que ele afirma já estar suficientemente grande. Em comum com o seu adversário tem o compromisso de lutar contra o crime no bairro de Lemmington. No entanto, aí é que entram as divergências. Mendelson, numa medida polémica, pretende instalar câmaras de vídeovigilância em Lemmington, para acabar com o crime. Muitos políticos e figuras mais radicais já afirmaram que se esta medida se confirmar, vão recorrer ao Congresso Pan-União. Mendelson quer expandir o metro e introduzir portagens às portas da cidade, para controlar melhor o trânsito. Mendelson atrai portanto os votos de moderados e pessoas mais esquerdistas, enquanto que Burrows é apoiado por moderados e radicais.

Arrow Em Vyborg ou Viipuri, as tensões entre Boganeses e Finlandeses amontoam-se. Com uma divisão quase equitativa de ambas as nacionalidades na cidade, duas listas rivais formaram-se. Uma liderada por Yurgen Noebakker, que é constituída principalmente por Boganeses e uma liderada por Juuso Hanekken, constituída principalmente por finlandeses. Hanekken exige o finlandês como língua co-oficial do Concelho e uma política mais orientada para a reintegração dos retornados finlandeses. Em 1925, Vyborg/Viipuri tinha 200,000 finlandeses, em 1945 sobreviveram apenas 1000. Entretanto, voltaram milhares e milhares de finlandeses de Lusitia e agora, num Concelho com 450,000 pessoas, cerca de 200,000 são de origem finlandesa e 250,000 são Boganeses. Hanekken tem como objectivo a longo prazo a formação de uma República Libertária Livre da Finlândia, constituída pelos Concelhos de Vyborg/Viipuri, Helsingfors/Helsinki, Puborg/Pojohla e Finndvel/Tampere, onde a população e quase 50% finlandesa, ou mais. Noebakker afirma no entanto que as regiões são também culturalmente Boganesas, e que não se deve ignorar a herança e cultura Boganesa nessas cidades. Ainda falta algum tempo, mas dentro da lista finlandesa, um fino-boganês, Peteri Linderberg, pretende atingir um compromisso. Linderberg afirma: "concelhos com dualidade de nacionalidades, especialmente num país tão livre como a URLC, não só são necessárias como importantes para o nosso desenvolvimento." Nos outros concelhos fino-boganeses, a tensão está bastante mais calma.
Centric
Centric

Número de Mensagens : 1066
Idade : 29
Capital : Lumiar
Regime Politico : Social-Nacionalismo
Data de inscrição : 14/09/2008

http://www.nationstates.net/14130/page=display_nation/nation=vib

Ir para o topo Ir para baixo

Imprensa da URLC - Página 3 Empty Re: Imprensa da URLC

Mensagem  Centric Sab Out 24, 2009 8:40 am

The Lumiar Post


Arrow Eleições Locais - Resultados

Arrow As eleições locais decorreram sem quaisquer incidentes ou problemas por toda a União. Nas centenas de concelhos espalhados por todo o país, 60 milhões de cidadãos votaram ou foram candidatos nas listas para as presidências dos Concelhos. A abstenção foi baixa, cerca de 24%.
Em Lumiar, Anthony Burrows ganhou por uma pequena margem, derrotando Peter Mendelson. Burrows assumirá agora a Presidência da Cidade Livre de Lumiar, substituindo o Presidente cessante Barney Damien. Na Cidade Livre de Uppsala, capital da Varíngia, Johann Malmsteen venceu o histórico Presidente Hans Kelsen, que ocupava o cargo há 8 anos. No entanto a sua gestão das contas públicas da cidade levaram a uma insatisfação do eleitorado. Em Trondheim, capital da Norselândia, Hank von Helvete manteve o seu cargo, sendo este o seu segundo mandato. As suas reformas no sistema de transportes públicos foram um factor decisivo na reeleição de Helvete. O Presidente da Cidade Livre de Malachor, Bernhart Shvartz também manteve o seu lugar, após uma longa e dura campanha contra Yohanna Timosun. Na Cidade do Cabo, Wikus Vandermeer derrotou o Presidente actual, Nelson Tutu numa campanha bem conseguida. Jakarta viu Fundung Shihirto derrotar Giorgi Sukrano, substituindo presidente cessante J. Bandung. Bradfield, a capital da Jutlândia, viu George Zimmer derrotar Charles Kent, o actual Presidente. Finamente, Karlsund, a capital da Nylândia, viu Johanna Skaraborg a manter o seu cargo face a outra mulher, Sarah Rathaus.
Em relação à polémica nos concelhos fino-boganeses, em Vyborg/Viipuri, o caso mais quente, um acordo de coligação foi atingido entre as listas pro-boganesas e pro-finlandesas. Hanekken e Noebakker entenderam-se, e escolheram o mediador de sucesso Peteri Linderborg, meio finlandês e meio boganês para líder da lista. Linderborg é agora o Presidente do Concelho, e espera diminuir a tensão entre nacionalidades.
56% dos Concelhos têm novos Presidentes, e agora terão o seu tempo para se reorganizarem para entrar a nova administração.
Centric
Centric

Número de Mensagens : 1066
Idade : 29
Capital : Lumiar
Regime Politico : Social-Nacionalismo
Data de inscrição : 14/09/2008

http://www.nationstates.net/14130/page=display_nation/nation=vib

Ir para o topo Ir para baixo

Imprensa da URLC - Página 3 Empty Re: Imprensa da URLC

Mensagem  Centric Ter Dez 08, 2009 8:17 am

The Lumiar Post


Arrow Notícias Breves

Arrow Um dos últimos criminosos de guerra Odinistas foi capturado hoje em Finndvel, Boganhem após anos de investigação e monitorização do COPRE (Comité para a Preservação da Revolução). Este criminoso é o famoso coronel das SS Ronald Eriksen, agora com 90 anos de idade. Eriksen nasceu em 1919 e juntou-se ao Partido Nacional-Odinista em 1927, sendo mais tarde seleccionado para treino nas SS. Jovem, dinâmico e ambicioso, depressa chegou acedeu a cargos importantes dentro da máquina de guerra Odinista, e em 1940, com apenas 31 anos, assistiu à conferência de Shoreham, uma reunião secreta que arquitectou o Holocausto. Foi posto a cargo do campo de Volvenhaus, responsável pela morte de 250,000 judeus e finlandeses. Era conhecido como o "Anjo da Morte" pelos prisioneiros, devido à sua personalidade aparentemente afável, que depois se revelava sádica e sem escrúpulos. Eriksen supervisionava pessoalmente as câmaras de gás e os crematórios, e era conhecido por matar prisioneiros aleatoriamente com a sua caçadeira, como se de animais se tratassem. Para corroborar estas acusações, alguns soberviventes virão ao Supremo Tribunal da União e arquivos e testemunhos escritos serão mostrados pela acusação. Desconhece-se a táctica da defesa, mas presume-se que se irá usar a chamada "Defesa de Uppsala", referente aos Julgamentos de Uppsala, que ocorreram a seguir à Grande Guerra, em que muitos criminosos de guerra usaram a desculpa que só estavam a "cumprir ordens". Após a derrota da União dos Povos Germânicos, Eriksen fugiu para Kalmar, sob o nome falso de Marshall Eriksen. Viveu muitos anos em Scream Off, onde vivia sob a identidade de Mark Ericson. Sabe-se que nos anos 90 mudou-se para Lusitia, e a partir de 2004 o COPRE tomou conhecimento do seu paradeiro, mas não o conseguia apanhar. No entanto, Eriksen veio a Finndvel clandestinamente para ver a sua recentemente nascida bisneta, e aí, o COPRE conseguiu apreendê-lo. Eriksen está bem de saúde, apesar da sua idade avançada.

Imprensa da URLC - Página 3 E-remer
Eriksen em 1943

Arrow Tempestades de neve isolam Concelho de Gottenhaus em Boganhem. O Concelho remoto, que se encontra entre sistemas de montanhas e florestas, viu todos os seus acessos cortados pelas violentas tempestades de neve. Embora haja algumas comunicações, através das quais o Presidente do Concelho, Hehrrik Yohansun, assegurou que não havia estragos para além do habitual, o Directório está preocupado, e já pediu às autoridades da República Libertária Livre de Boganhem para tomarem as providências necessárias. Tempestades como esta são muito comuns, mas raramente cortam todos os acessos a uma zona tão grande.

Arrow Congresso Pan-União declarou inconstitucional a resolução do Concelho de Mecklenburg, Jutlândia, que pretende banir a posse e compra de armas de fogo. Segundo um porta-voz do Congresso: "apesar do Congresso reconhecer o perigo que representa a simples desregulação do porte de arma, é um princípio basilar da nossa União a auto-tutela expandida, ou seja, que o indivíduo se possa auto-defender em mais situações e com menos limite. Por isso, a legislação actual em vários Concelhos de alguma regulação (que diverge de um para outro) é ideal, pois estabelece uma situação de compromisso." O representante de Mecklenburg, Frank Reiter, já prometeu que irá apelar ao Supremo Tribunal.
Centric
Centric

Número de Mensagens : 1066
Idade : 29
Capital : Lumiar
Regime Politico : Social-Nacionalismo
Data de inscrição : 14/09/2008

http://www.nationstates.net/14130/page=display_nation/nation=vib

Ir para o topo Ir para baixo

Imprensa da URLC - Página 3 Empty Re: Imprensa da URLC

Mensagem  Centric Dom Dez 13, 2009 6:39 pm

The Lumiar Post


Arrow Congresso Pan-União Abre com Discussão sobre Modelo Político-Administrativo

Uma moção de um grupo de 30 Congressistas lançou hoje um tema para a praça pública que promete dividir a União nos próximos tempos. Liderados pelo Congressista Thomas Skanderberg de Bergen, os chamados "30 de Skanderberg", apresentaram uma proposta para mudar a Declaração de União, de modo a que um novo modelo político seja adoptado. Este modelo político-administrativo mantém os Concelhos, o Congresso e o Directório - os três órgãos centrais da União, mas faz alterações substanciais. Primeiramente extingue o Primeiro-Cidadão, cujas funções passam a ser absorvidas pelo Directório no geral. Muda o modo de eleição do Congresso, que passaria a ser directo, ao invés da actual situação indirecta, em que os cidadãos elegeriam directamente o seu Congressista; Equipado de uma maior legitimidade democrática, o Congresso escolheria os membros do Directório. No Directório existiria uma presidência rotativa para critérios meramente de gestão de trabalhos. O Director da Diplomacia passa a representar a União no estrangeiro.

Esta proposta tem causado furor, tanto a nível da União como a nível local, com debates intensos a decorrer pela União fora. Skanderberg justificou-se, na sua intervenção no Congresso:

"Não vejam isto como uma crítica ao modelo actual. Consideramos que ele seja perfeitamente compatível com os pirncípios base do libertarianismo. Só que, um modelo em que um Chefe de Estado e Governo exerce tanto poder pode tornar-se perigoso. Tivemos sorte com Hammersmith e com Yurgensun até agora, mas imagine-se que chegava um populista sedento de poder, pronto a trair a Revolução para ganhar um pouco mais de poder. Seria quase legalmente imparável. Por isso, porque consideramos que a nossa União já chegou a uma fase de maturidade considerável, achamos que estamos preparados para não ter Chefe de Estado e de Governo, e confiar num Congresso com mais legitimidade democrática para eleger um Directório, e deter controlo sobre as suas acções. É o caminho a seguir."

Muitos Congressistas mantiveram-se calados, à excepção de Alexander Ulrich, representante de Mannerheim. Ulrich, conhecido reaccionário (termo usado para não-libertários), desenhou um cenário de desgraça caso esta proposta fosse aceite pelo Congresso. Falou em "anarquia política" e em "parlamentarismo de assembleia desastroso e irresponsável." Desconhecem-se ainda as posições do Primeiro-Cidadão Yurgensun sobre o assunto, e nenhum Director se propôs a comentar. Mas este debate promete fazer correr muita tinta nos próximos tempos. Se a mudança de facto acontecer, a União passará de um Sistema Presidencialista sui generis para um Sistema Misto entre um Sistema Directorial e Parlamentar, que alguns constitucionalistas já chamam Sistema Directório-Parlamentar.


Imprensa da URLC - Página 3 Sispoliurlctt5
O actual sistema político - Chefe de Estado/Governo forte, legitimado democraticamente, perante um Congresso fraco, não tão legitimado


Imprensa da URLC - Página 3 Urlcnovorgpol
A proposta de Skanderberg - Equilíbrio de forças entre Directório e Congresso, mais a pender para o último, agora democraticamente legitimado.
Centric
Centric

Número de Mensagens : 1066
Idade : 29
Capital : Lumiar
Regime Politico : Social-Nacionalismo
Data de inscrição : 14/09/2008

http://www.nationstates.net/14130/page=display_nation/nation=vib

Ir para o topo Ir para baixo

Imprensa da URLC - Página 3 Empty Re: Imprensa da URLC

Mensagem  Centric Ter Dez 22, 2009 1:26 pm

The Lumiar Post


Arrow Notícias Breves

Arrow Seguidores do Paganismo Boganês celebram hoje o Yule, a festa do solstício de inverno, em honra do Deus-Pai Tvy. Ao longo da história da Humanidade, diferentes culturas observam festividades pela altura do solstício de inverno. A mais conhecida é sem dúvida o Natal Cristão, que será celebrado a 25 de Dezembro, e que, segundo os historiadores, é uma apropriação Cristã do festival romano Natalis Sol Invictus (Nascimento do Sol Invencível), que, como na maior parte das tradições pagãs europeias, celebrava o facto do sol renascer após meses de encurtamento dos dias.

O Paganismo Boganês (referido pelos seus aderentes como Vares Godseins - verdadeira religião), é o herdeiro moderno das tradições pagãs Germânicas e, apesar da Cristianização do ocidente de Boganhem, no Norte e no Este, mantém-se bem vivo. A festa Yule, celebrada entre 21 e 22 de Dezembro representa o agradecimento dos fiéis pelo 'renascimento' do Sol, no qual eles vêem a representação do Deus-Pai Tvy, rezando por boas colheitas e negócios no ano vindouro. Apesar da maior fragilidade do Paganismo Boganês perante a ciência em relação às religiões Abraâmicas, ainda tem cerca de 10 milhões de seguidores.

O Yule celebra-se de uma forma semelhante ao Natal, com reuniões familiares, grandes jantares e fogueiras acesas em homenagem a Tvy. Além do mais, devido a uma herança cultural comum, o Natal Cristão celebrado pelas comunidades Nórdicas na Norselândia, na Varíngia e em Nyland é chamado Jul.


Arrow Herman Yurgensun falou hoje da proposta de alteração do sistema político feita por Skanderberg. Surpreendentemente, mostrou-se receptivo às alterações que vão eliminar definitivamente o cargo de Primeiro-Cidadão, aumentando os poderes do Directório. Refutando as críticas dos reaccionários e de alguns moderados, que afirmam que o sistema pode levar à "anarquia política", Yurgensun afirmou que, se o Congresso assim o quisesse, far-se-ia a votação para a realização de uma consulta popular sobre o sistema político, durante a qual a população seria informada pelos Concelhos detalhadamente sobre o modelo actual e o proposto. Apesar de algumas objecções, Yurgensun pediu uma séria reflexão sobre se "uma maioria absoluta" seria vinculativa no referendo, ou se seria preciso uma maioria bem mais alargada.

Arrow Nyland regista alguns casos de suicídio devido ao facto de ser continuamente noite desde Novembro. Apesar dos residentes já estarem habituados a estes extremos, muitas pessoas, especialmente quem vem de fora para lá trabalhar, não se dão bem com o fenómeno, e muitas depressões relacionadas com o estado de escuridão permanente levam ao suicídio. Apesar do desenvolvimento alto da República Libertária Livre de Nyland, a taxa de suicídio é elevada devido a isso.
Centric
Centric

Número de Mensagens : 1066
Idade : 29
Capital : Lumiar
Regime Politico : Social-Nacionalismo
Data de inscrição : 14/09/2008

http://www.nationstates.net/14130/page=display_nation/nation=vib

Ir para o topo Ir para baixo

Imprensa da URLC - Página 3 Empty Re: Imprensa da URLC

Mensagem  Centric Dom Jan 03, 2010 2:07 pm

The Daily Herald


Arrow O RESSURGIR DA REVOLUÇÃO!
um artigo de Hugh MacFarlane


Nos tempos recentes, o mais puristas dos revolucionários têm começado a perder a confiança nas instituições criadas após a Revolução. Alguns acharam que o regime estilo presidencialista do Primeiro-Cidadão era anti-revolucionário, mas todos concordaram que a visão de Paulson não se havia concretizado.
Graças aos esforços do Congressista de Bergen, Thomas Skanderberg, o povo hoje votou favoravelmente à mudança da Declaração da União para um sistema político mais democrático, pluralista e descentralizado.
Finalmente passará um Congresso democraticamente legitimado pelos Concelhos, um Congresso permanente, a controlar as actividades do Directório. Finalmente, a União perderá a figura estadista de "Chefe de Estado" e "Chefe de Governo". Não precisamos de um líder, não precisamos de um "Primeiro-Cidadão"! Todos os cidadãos são iguais, não há nem primeiros nem segundos!

À mudança de regime juntam-se outros factores, como um ressurgimento, especialmente nos vais jovens, de interesse nas obras de Paulson e nos valores centrais do Libertarianismo. Também nos Concelhos, a base de poder da nossa União, cada vez mais cidadãos comuns participam, entrando com as suas ideias e propostas para a sua área. Além disso, cada vez mais pessoas se juntam às milícias populares e ao famoso programa de "neighbourhood watch". Até me traz lágrimas aos olhos ver isto.

Neste início de ano, o Daily Herald, o único jornal completamente revolucionário na União, pede esperança aos verdadeiros Revolucionários que andam por aí! Avante a Revolução!
Centric
Centric

Número de Mensagens : 1066
Idade : 29
Capital : Lumiar
Regime Politico : Social-Nacionalismo
Data de inscrição : 14/09/2008

http://www.nationstates.net/14130/page=display_nation/nation=vib

Ir para o topo Ir para baixo

Imprensa da URLC - Página 3 Empty Re: Imprensa da URLC

Mensagem  Centric Seg Jan 04, 2010 3:30 pm

The Lumiar Post


Arrow Notícias Breves

Arrow Eleições para o Congresso marcadas para a próxima segunda-feira. Dia 11 de Janeiro, milhões de centricos elegerão o representante ou representantes do seu Concelho no Congresso da União, que passará agora a ser um órgão permanente. As regras de candidatura são as seguintes: qualquer cidadão com mais de 18 anos pode-se apresentar como candidato ao lugar ou a um dos lugares do seu Concelho no Congresso (Os Concelhos com mais de 500,000 habitantes têm direito a dois Congressistas). Seguindo o método eleitoral maioritário simples, ganha o lugar quem tiver mais votos, e o segundo lugar, caso exista, fica para o segundo posicionado.
Como é normal, devido à inexistência de partidos políticos, os candidatos devem-se reunir em quatro facções: moderados, radicais, esquerdistas e reaccionários. Os moderados representam aqueles que não acreditam que o projecto de Paulson possa ser seguido à letra e que tem de ser adaptado às circunstâncias; também apoiam maior abertura na política externa. Os radicais acreditam que se deve tentar ao máximo aplicar o projecto libertário à letra, e rejeitam laços muito fortes com outros países, sendo também mais militaristas; os esquerdistas acreditam numa adaptação e interpretação esquerdista do libertarianismo; e os reaccionários rejeitam o libertarianismo e agrupam vários grupos políticos: conservadores, sociais-democratas, centristas, etc.
Existem 133 Concelhos na União, e 176 lugares no Congresso para ocupar. Estes números incluem as Cidades Livres (concelhos de carácter urbano com mais de 1,5 milhão de habitantes) também. Após a eleição para o Congresso, o novo Congresso elegerá os membros do Directório.


Arrow Chumbada a nova e controversa lei do Concelho da Cidade Livre de Uppsala, que previa a vigilância da boa feitura da reciclagem entre os seus habitantes. É conhecido o carácter e as políticas ecologistas dos Concelhos Varíngios, já que as leis gerais da República da Varíngia incluem muitas inclinações e preocupações ecológicas. Quando foi proposto pela comissão do bairro de Christianna que se fizesse uma vigilância da boa feitura da reciclagem por parte dos habitantes da Cidade Livre, gerou-se a polémica e a controvérsia. O advogado Loki Ekstrom, representante no Concelho da Cidade do bairro de Fjalladrott e forte opositor da lei espalhou na imprensa da União a polémica, dizendo que a lei nem sequer é válida pois viola uma série de preceitos constitucionais e de direito natural:
"Vigilância da reciclagem? Eu sei que têm uma boa intenção, mas é completamente totalitária e orwelliana. Vivendo num país que se orgulha de estar a matar a supremacia do Estado sobre o indivíduo, como podemos nós tolerar isto? Se a lei for passada pelo Concelho, vou apelar ao Congresso da União."
No entanto, hoje o Concelho da Cidade Livre de Uppsala reunido, chumbou a proposta, com cerca de 67% votos contra. Ekstrom mostrou-se satisfeito: "Eu sabia que os cidadãos de Uppsala tinham o bom senso para rejeitar esta lei ridícula." A Presidente do Concelho, Laura Hölmer, não se pronunciou sobre o assunto, dizendo apenas: "está feita a vontade dos cidadãos."

_________________
Estado Popular de Centric
Folk's State of Centric - Folks State av Centrik - Folkstat Centrik - Volksstaat Centrik
Centric
Centric

Número de Mensagens : 1066
Idade : 29
Capital : Lumiar
Regime Politico : Social-Nacionalismo
Data de inscrição : 14/09/2008

http://www.nationstates.net/14130/page=display_nation/nation=vib

Ir para o topo Ir para baixo

Imprensa da URLC - Página 3 Empty Re: Imprensa da URLC

Mensagem  Centric Sab Jan 16, 2010 6:33 pm

The Lumiar Post


Arrow Notícias Breves

Arrow Eleições para o Congresso: os resultados estão contados, após uma semana. Com todos os Concelhos e Cidades Livres a elegerem o seu representante ou representantes, os 176 lugares têm todos ocupantes. As eleições decorreram com normalidade e 35 milhões dos 40 milhões de cidadãos votaram.

Em termos de política, verificou-se um aumento de Congressistas com visões mais radicais. No entanto, manteve-se a predominância de Congressistas moderados, um decréscimo de esquerdistas e uma estagnação de reaccionários. Segundo uma estimativa feita pela Politics House de Chippenham, que é a referência da nível da União no que toca a identificar tendências ideológicas de Congressistas e outras figuras públicas, dos 176 Congressistas:

- 86 são identificados como libertários moderados
- 72 são identificados como libertários radicais
- 7 são identificados como reaccionários (anti-libertários)
- 5 são identificados como libertários de esquerda

Quanto a nomes, Hermann Yurgensun voltou ao Congresso, representando Malachor, após o seu mandato como Primeiro-Cidadão e James Hammersmith manteve o seu lugar como um dos Congressistas por Shoreham-by-Sea. Outros nomes mais conhecidos são Skanderberg por Malmö e James Freeman por Cape Town. Os próximos dias serão usados para a nomeação do Directório, o primeiro directamente eleito pelo Congresso, que terá assento permanente em Lumiar.


Arrow Presidente Logan da FUS visita Lumiar. Encontrando-se com Caroline Skaraborg, sabe-se que a Directora da Diplomacia deu uma série de indicações a Logan sobre formas de empresas scream offenses investirem na URLC sem ter que haver algum regime excepcional para elas. Skaraborg também confirmou que o Governo scream offense entrará em contactos com várias federações de Universidades União fora para começar um programa de intercâmbio. Discutiu-se muita política externa também, e o encontro conclui-se com uma amizade interatlântica reforçada.

_________________
Estado Popular de Centric
Folk's State of Centric - Folks State av Centrik - Folkstat Centrik - Volksstaat Centrik
Centric
Centric

Número de Mensagens : 1066
Idade : 29
Capital : Lumiar
Regime Politico : Social-Nacionalismo
Data de inscrição : 14/09/2008

http://www.nationstates.net/14130/page=display_nation/nation=vib

Ir para o topo Ir para baixo

Imprensa da URLC - Página 3 Empty Re: Imprensa da URLC

Mensagem  Centric Dom Jan 17, 2010 10:41 am

The Lumiar Post


Arrow Notícias

Arrow Numa surpresa agradável, o novo Congresso conseguiu, numa longa sessão de 6 horas, alcançar um consenso quanto aos membros do Directório. Após várias cedências de todas as facções, foi encontrada uma situação aceitável por dois terços do Congresso, que é suficiente para aceitarem um Directório.
Alguns nomes, como Caroline Skaraborg e o Tenente Lars Rasmussen mativeram-se (se bem que Skaraborg mudou de pasta). Alan Shore também regressa ao órgão executivo, à sua velha posição.

Imprensa da URLC - Página 3 Directrio
O Directório, da esquerda para a direita, começando por cima: Alan Shore, Lars Rasmussen, Caroline Skaraborg, Hank Johnson, Lorraine Burrows, Fredrik Yohansun, Andreas Eriksen e Joanne Matos.

Passamos à descrição de cada um dos Directores:

Alan Shore - Director da Diplomacia - Nascido em 1965 em Shoreham-by-Sea, Anglia, Alan Shore licenciou-se em Direito na Universidade de Lumiar. Depois de um início de carreira como advogado com muito sucesso, iniciou a sua carreira diplomática, tendo trabalhado na embaixada na FUS até 2001, quando voltou e juntou-se à Revolução como um notável orador. Tornou-se embaixador na FUS até 2004, quando se juntou ao gabinete de James Hammersmith como Director da Diplomacia, no qual fez um trabalho notável. É sua função coordenar a diplomacia e as relações externas da URLC, assumindo-se como "cara" da União no estrangeiro. É considerado um dos mais conhecidos moderados.


Tenente Lars Rasmussen - Director da Defesa - Nasceu em 1954 em Finndvel, Boganhem, apesar da sua origem Norselandesa. Após se juntar ao então Exército da República em 1972, Rasmussen rapidamente se mostrou um militar muito competente, tendo sido promovido sucessivamente. Em 1990 juntou-se ao Partido Libertário, o que viria a estagnar a sua progressão militar. Com o seu conhecimento militar, foi dos principais impulsionadores da revolta de Malachor, juntamente com o ex-Primeiro-Cidadão Yurgensun, sendo considerado um dos "heróis da Revolução", sendo o seu exército a capturar Uppsala a Ian McDiarmid. É sua função trabalhar de perto com as Forças Armadas da Revolução para coordenar o seu treino e a sua administração. É um conhecido radical.


Caroline Skaraborg
– Directora dos Assuntos Concelhios e Republicanos– Nasceu em 1948 em Uppsala, Varíngia e licenciou-se em Direito pela Universidade da mesma cidade. Durante muitos anos foi sócia da firma de sucesso Throsen, Skaraborg & Gotmund, e começou o seu activismo político em 1998, juntando-se ao Partido Libertário, falando contra McDiarmid. Foi presa em 1999, mas ficou em liberdade condicional alguns meses depois. Durante a Revolução foi libertada por Rasmussen e foi eleita representante de Uppsala. Foi candidata a Primeira-Cidadã contra Yurgensun, que mais tarde a convidou para Directora da Diplomacia. É sua função coordenar as relações entre Concelhos e entre os Concelhos e o Directório e ainda as Repúblicas. É auto-intitulada moderada.


Hank Johnson - Director das Finanças - Nasceu em 1949 em Natal, Cabo, crescendo na miséria que a antiga República Popular do Cabo vivia. Após a democratização em 1988, foi Ministro das Finanças, Ministro da Economia e Primeiro-Ministro (tudo entre 1988 e 2000). Foi Johnson que conseguiu através de várias políticas que procuraram equilibrar a influência estatal no Cabo e foi ele que, em 2002, propôs a adesão do Cabo à URLC, que seria concretizada em 2008. Durante o ano passado foi representante da Cidade do Cabo no Congresso. É sua função gerir as finanças da União. Apesar de algumas tendências esquerdistas, Johnson alinha-se com a facção moderada do Congresso.


Lorraine Burrows - Directora da Economia, Indústria e Agricultura - Nasceu em 1960 em Lumiar, Anglia, onde se licenciou com distinção a Economia. Tem construído uma carreira sólida e de sucesso como consultora e como professora e académica, e, na Revolução, incitou os seus estudantes a participar, apesar de nunca se ter juntado ao Partido Libertário. Foi umas das representantes da Cidade Livre de Lumiar na anterior legislatura. É sua função coordenar possíveis litígios, conflitos e problemas económicos a nível da União. Já foi mais radical, situando-se nos radicais mais "moderados".


Fredrik Yohansun - Director da Segurança e Assuntos Internos - Nasceu em 1966 em Ziosten, Boganhem, tendo sido chefe da Polícia dessa cidade. Nunca se havia interessado por política até à Revolução, onde, como Chefe da Polícia, impediu algumas milícias nacionalistas Boganesas de tomar controlo da cidade pela força. Interessando-se pelo libertarianismo, foi eleito representante do Concelho de Ziosten na primeira legislatura, e na segunda, retirou-se para fazer política a nível Concelhio, na sua cidade natal. É sua função coordenar as policias locais e os serviços de inteligência na União, bem como coordenar investigação inter-concelhia. Apesar de já ter sido acusado de ser reaccionário, ele Yohansun descreve-se como moderado.


Andreas Eriksen - Director da Justiça - Nasceu em 1963 em Karlsund, Nyland, mas viveu grande parte da sua vida em Trondheim, Norselândia. Foi um notável juíz nos anos 90, onde se tornou dos conhecidos "juízes activistas" contra o governo de McDiarmid. Tendo sido demitido, juntou-se à Revolução e ocupou-se de presidir à comissão que reorganizou o ordenamento jurídico da União, mantendo-se fiel à tradição romano-germânica na base do Direito Centrico. É sua função coordenar o funcionamento de todo o ordenamento jurídico da União, evitando interferências nos ordenamentos jurídicos de cada Repúblicas, mas assegurando-se que esses respeitam a Declaração da União e a Declaração de Direitos, bem como as Leis Unitárias passadas pelo Congresso. É um membro da facção radical.


Joanna Matos - Directora dos Serviços - Nasceu em 1966 em Lumiar, Anglia, filha de pais portugueses. Após uma infância difícil, dedicou-se à assistência social e à caridade, tornando-se presidente da Organização de Caridade Anglesa em 2003. Não teve qualquer envolvimento na Revolução, tendo entrado na política através de acções feitas no Concelho de Shellton, um subúrbio de Lumiar. É sua função assegurar o bom funcionamento dos serviços sociais de cada Concelho e República, e assegurar um mínimo grau de uniformidade entre os sistemas locais de saúde, educação e assistência social. Apesar de, tal como Hank Johnson, ela ter algumas tendências esquerdistas, é moderada.


Este Directório tem uma predominância de moderados, reflectindo a composição do Congresso. Apesar de ninguém expressamente esquerdista ou reaccionário fazer parte do Directório, Johnson e Matos mostram algumas tendências esquerdistas e Yohansun já foi acusado de ser reaccionário, e as suas ideias reflectem alguma influência desse quadrante político. A presidência do Directório será rotativa, sendo mudada de 6 em 6 meses de acordo com a ordem aqui apresentada. O presidente apenas tem a função de coordenar o gabinete, e no caso de um empate, ele detém o voto de desempate. O primeiro presidente do Directório é Alan Shore.

O Directório dará uma conferência de imprensa hoje às 6 da tarde na Torre da Liberdade em Lumiar

OOC: façam perguntas aqui se quiserem

_________________
Estado Popular de Centric
Folk's State of Centric - Folks State av Centrik - Folkstat Centrik - Volksstaat Centrik
Centric
Centric

Número de Mensagens : 1066
Idade : 29
Capital : Lumiar
Regime Politico : Social-Nacionalismo
Data de inscrição : 14/09/2008

http://www.nationstates.net/14130/page=display_nation/nation=vib

Ir para o topo Ir para baixo

Imprensa da URLC - Página 3 Empty Re: Imprensa da URLC

Mensagem  Centric Dom Mar 07, 2010 8:38 am

The Lumiar Post


Arrow Grupo de Congressistas pede Leis Anti-Monopólio

Hoje, no Congresso, um grupo de Congressistas das mais variadas orientações políticas, exigiu ao Directório a elaboração e consequente proposta de um Decreto-Lei que impusesse limites aos monopólios empresariais. Esta reacção aparece no seguimento da fusão das três maiores empresas de pesca em alto mar na União. A Ostseehansa, a NorFisk e a Rogers and Davis iniciaram um processo de fusão a semana passada, processo esse bastante noticiado pelos meios de comunicação social. O projecto seria a criação da All-Union Fishing, que controlaria cerca de 80% da quota de mercado das pescas em alto-mar.

Empresas mais pequenas de pesca em alto mar começaram a protestar, dizendo que já é difícil competir com cada uma destas empresas individualmente, e que uma fusão entre elas seria desastrosa para a sobrevivência das empresas locais e mais pequenas. Embora os protestos tenham sido inicialmente ignorados pelo Director da Economia COISO, Johann Skaerling, representante de uma pequena empresa de pesca em alto mar de Trondheim, Norselândia, queixou-se à sua Congressista, Ilda Fredriksen, que, simpatizando com a causa, juntou muitos outros Congressistas, para exigir ao Directório legislação simples e sintética contra monopólios. Arguindo a favor da causa, Fredriksen avisou:

“Sei bem que uma das bases e pilares fundamentais de toda a nossa União é a liberdade de mercado, e que temos dos mercados mais livres do Mundo. Mas a liberdade de mercado não passa pelo laissez-faire irresponsável. Ao começarmos a permitir monopólios, os consumidores sairão prejudicados e as empresas mais pequenas, que se calhar oferecem melhores serviços, serão completamente erradicadas. O Socialismo de Livre Mercado proposto por Joseph Paulson, deve passar não só em não prestar qualquer apoio às empresas, mas também em evitar monopólios. Ao deixarmos esta fusão acontecer, estamos a tirar liberdade ao mercado, tanto aos consumidores como às empresas mais pequenas, base da nossa economia. Cada fusão de empresas de grandes dimensões deve ser previamente vista pelo Congresso e pelo Directório.”

As simpatias esquerdistas de Fredriksen são bem-conhecidas, o que podia fazer com que muitos Congressistas não a levassem a sério. No entanto, numa posição ligeiramente diferente, o Congressista moderado Ferdinand Arsney, também conceituado economista, saiu em defesa de Fredriksen:

“A Congressista Fredriksen tem razão – é preciso limitar os monopólios para preservar a liberdade de mercado. Toda a nossa estrutura política se baseia na limitação do poder. Ora, dinheiro é poder, logo, um monopólio empresarial significa poder absoluto de mercado – não podemos deixar isso acontecer. Apenas discordo na análise casuística de cada fusão de grandes empresas – a legislação deve fixar regras e pressupostos, e com base nesses, o Congresso dará o seu parecer.”

Muitos Congressistas, tanto radicais, como moderados e muitos esquerdistas, apoiaram esta iniciativa. No entanto, devido ao facto do Director da Economia não estar presente na reunião, não se chegou a nenhuma conclusão, nem houve resposta por parte do Directório. Esperam-se mais desenvolvimentos até ao fim da semana.

Arrow Tropas Centricas Retiram de Trondheim Norte

As tropas do Exército da Revolução, que asseguravam a reconstrução democrática de Trondheim Norte, retiraram-se juntamente com as tropas do Exército Scream Offense. O General Friedrich Paulus assegurou que os soldados estavam "ansiosos por voltar a casa, para junto das suas famílias e amigos."

_________________
Estado Popular de Centric
Folk's State of Centric - Folks State av Centrik - Folkstat Centrik - Volksstaat Centrik
Centric
Centric

Número de Mensagens : 1066
Idade : 29
Capital : Lumiar
Regime Politico : Social-Nacionalismo
Data de inscrição : 14/09/2008

http://www.nationstates.net/14130/page=display_nation/nation=vib

Ir para o topo Ir para baixo

Imprensa da URLC - Página 3 Empty Re: Imprensa da URLC

Mensagem  Centric Dom Maio 02, 2010 12:49 pm

Sunday Hope


Arrow LIBERTARIANISMO - INIMIGO DA DEMOCRACIA
um artigo de John Hammersmark


Dentro em breve, a página web do Sunday Hope publicará um artigo inédito, que denuncia um escândalo que vai abalar os alicerces da nossa "democracia". Com base em meses de pesquisa, recolha de informação e testemunhas e, apesar de pressões e ameaças, este artigo/reportagem do corajoso John Hammersmark promete cativar a União inteira. Estejam atentos!

_________________
Estado Popular de Centric
Folk's State of Centric - Folks State av Centrik - Folkstat Centrik - Volksstaat Centrik
Centric
Centric

Número de Mensagens : 1066
Idade : 29
Capital : Lumiar
Regime Politico : Social-Nacionalismo
Data de inscrição : 14/09/2008

http://www.nationstates.net/14130/page=display_nation/nation=vib

Ir para o topo Ir para baixo

Imprensa da URLC - Página 3 Empty Re: Imprensa da URLC

Mensagem  Centric Dom Maio 02, 2010 5:09 pm

Sunday Hope

Arrow LIBERTARIANISM - DEMOCRACY'S GREATEST ENEMY
LIBERTARIANISMO - O MAIOR INIMIGO DA DEMOCRACIA

um artigo de John Hammersmark


O nosso jornal, o Sunday Hope, tem sido criticado e gozado por muitos sectores do mainstream político da União. Dizem que somos um jornal reaccionário, lacaio de Alexander Ulrich e seus amigos e há quem nos chame fascista ou nacionalista. Sabemos bem que normalmente as nossas críticas à servidão ao Libertarianismo não são levadas a sério.

No entanto, após meses de pesquisa e de investigação, mesmo sob as maiores ameaças, tanto de privados como de organizações estatais, conseguimos fazer publicar este artigo, que promete abalar com o conformismo de muitos Centricos. A Revolução Libertária proclamou abolir os partidos políticos, não para acabar com o pluralismo, mas para acabar com a partidocracia. A intenção era boa, sem dúvida. Sem os partidos a influenciarem a opinião pública, as pessoas podiam votar em pessoas para as representar no Congresso, não em ideias. No entanto, a partidocracia não acabou. Todos os partidos foram extintos. Até o Partido Libertário, vanguarda da Revolução, não se importou de seguir o exemplo.

Oito anos depois, o Partido Libertário continua. Os altos dirigentes e congressistas sabem perfeitamente isso. É só olhar para os factos. Antes da Revolução, 30% das intenções de voto iam para o PL. Isto quer dizer que aproximadamente um terço da população era ou tendia para os lados libertários. Analisando os números do congresso, 77% dos congressistas são considerados libertários moderados ou radicais. Sucede que, através de um esquema de favores, caciquismo local e subornos, o defunto Partido Libertário continua a existir, a controlar e a condicionar eleições. Sendo a União um estado ideologicamente comprometido, os altos cargos, as posições administrativas e principalmente as Forças Armadas são reservadas a libertários (não oficialmente, claro). Uma rede, de um Partido Libertário fantasma, composto por membros que incluem altas patentes das Forças Armadas, ex-directores, ex-congressistas, ex-presidentes das repúblicas, etc. continua a fazer pressão para a eleição de congressistas libertários. Até a imprensa não escapa. Só jornais como o Sunday Hope e o Semanário dos Trabalhadores Nórdicos se mantêm em grande circulação sem cede a pressões.

Uma sondagem da Gallup, reconhecida empresa de sondagens, averiguou que apenas 25% dos centricos se afirmam incondicionalmente libertários. Muitos são apenas liberais que desconfiam de um Estado grande e que se conformaram com o status quo vigente. Mais ainda são apenas centristas apolíticos, e bastantes tendem para o conservadorismo ou para a esquerda. A pergunta que eu faço é: como podemos nós viver num país onde há uma grande pluralidade de opiniões sem sermos pluralistas? Tendo uma constituição que proclama como objectivo a revolução libertária mundial, impondo uma ideologia no povo, e acima de tudo, ter uma organização tida como morta, a insidiosamente controlar todas as instituições políticas da União? Além do mais, como vamos garantir essa pluralidade se as nossas próprias Forças Armadas estão politizadas?

O Sunday Hope apela a todos os Centricos que ponham em causa os dogmas e as ortodoxias que se foram constituindo ao longo desta década: cidadania opcional, apartidarismo, libertarianismo como ideologia oficial da União e das Forças Armadas, Socialismo de Livre-Mercado, etc. A reforma legislativa de Skanderberg foi bem conseguida, mas não chegou. O Libertarianismo tem de cair ou se transformar para haver democracia, senão ela estará em perigo!

Ver no interior os documentos que provam as nossas acusações.

_________________
Estado Popular de Centric
Folk's State of Centric - Folks State av Centrik - Folkstat Centrik - Volksstaat Centrik
Centric
Centric

Número de Mensagens : 1066
Idade : 29
Capital : Lumiar
Regime Politico : Social-Nacionalismo
Data de inscrição : 14/09/2008

http://www.nationstates.net/14130/page=display_nation/nation=vib

Ir para o topo Ir para baixo

Imprensa da URLC - Página 3 Empty Re: Imprensa da URLC

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Ir para o topo Ir para baixo

Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3

Ir para o topo

- Tópicos similares

 
Permissões neste fórum
Você não pode responder aos tópicos